‘Monstros da neve’ gigantes estão no momento mais espetacular no norte do Japão

Os ‘monstros de neve’ se formaram estavelmente desde o início de janeiro e são a da mais fina qualidade nos últimos anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imensas formações em árvores chamadas de “monstros da neve” no Monte Moriyoshi na cidade de Kitaakita (Akita) estão atualmente em seu momento mais espetacular.

Na área comumente chamada de Juhyodaira, a cerca de 1,2 mil metros acima do nível do mar perto da estação de teleférico mais alta no Ani Ski Resort no Monte Moriyoshi, árvores congeladas, algumas com mais de 5 metros de altura, podem ser vistas criando uma bela, por vezes arrepiante, visão.

Elas aparecem apenas quando várias condições são ideais. Dizem que as árvores congeladas no Monte Moriyoshi de 1.454 metros de altura são um dos maiores locais de formação de monstros de neve no Japão junto com o Monte Hakkoda (Aomori) e a cordilheira de Zao (Yamagata).

De acordo com o resort de esqui, os monstros se formaram estavelmente desde o início de janeiro e um representante disse que elas são a da mais fina qualidade nos últimos anos.

Elas podem ser vistas até o início de março.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Gifu tem leve aumento de trabalhadores estrangeiros

Publicado em 8 de fevereiro de 2022, em Comunidade

Do total pouco mais de 50% são do sexo feminino, sendo que boa parte trabalha através das empreiteiras.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Província de Gifu em vermelho (Wikimedia)

O Departamento de Trabalho da Província de Gifu, sob o MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão, informou os dados mais recentes sobre os trabalhadores estrangeiros, fechados em 30 de outubro de 2021.

Publicidade

Pelos dados é possível ver que por causa da pandemia do coronavírus o aumento não foi como o esperado na província.

O total é de 34.998, com leve aumento de apenas 62 trabalhadores em relação ao ano de 2020, mas 126% em comparação a 2017.

Desse total 17.618 são do sexo feminino, superior ao sexo oposto. 

Os trabalhadores estrangeiros que trabalham para uma das 315 empreiteiras são 9.987.

Os trabalhadores vietnamitas são ¼ do total, seguidos dos filipinos e chineses. 

  1. Vietnamitas: 25% ou 8.874
  2. Filipinos: 23% ou 8.116
  3. Chineses: 18% ou 6.410
  4. Brasileiros: 16% ou 5.650
  5. Indonésios: 3% ou 880 
  6. Nepaleses: 2% ou 755
  7. Peruanos: 1,5% ou 522

Trabalhadores estrangeiros por país de origem (MHLW)

A maioria (15.773) possui visto de residência, como os brasileiros, peruanos, filipinos e chineses. Uma outra parte, 35% são estagiários técnicos do Sudeste Asiático.

São 4.864 empresas empregadoras, sendo que 40% (1.948) são indústrias da transformação e 14% da construção civil

Desse total, 64% ou 3.134 empresas são de pequeno porte, com até 30 funcionários.

Na análise por jurisdição, a de Gifu, capital da província, emprega 12.880 trabalhadores estrangeiros, enquanto a de Tajimi 8.491; a de Ogaki 5.732, a de Seki 2.843, a de Minokamo 2.158, além de outras com menor número.

Pouco mais da metade dos trabalhadores estrangeiros (51%) trabalha nas indústrias de transformação, especialmente em Ogaki, Minokamo e Nakatsugawa.

Fonte: MHLW

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância