Nissan e Mitsubishi farão recall de 86 mil veículos kei

Problema relacionado ao air bag no lado do motorista levou as duas companhias a realizarem o recall de 3 modelos kei jidosha.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

As duas montadoras suspenderam a produção e envio dos três modelos kei em 3 dezembro de 2021 (ilustrativa/banco de imagens)

A Nissan e a Mitsubishi Motors disseram na sexta-feira (4) que planejam fazer o recall de cerca de 86 mil carros entre três modelos de veículos leves (kei jidosha) que foram produzidos desde dezembro de 2020 no Japão.

Publicidade

Em breve, a Nissan notificará o Ministério dos Transportes sobre o recall de seu Roox e a Mitsubishi fará o mesmo para os modelos eK Space e eK X Space, devido a um mau funcionamento do air bag.

De acordo com as companhias, o air bag no lado do motorista infla a uma altura maior do que a suposta, falhando em atender a uma exigência de segurança relacionada ao pescoço.

As duas montadoras suspenderam a produção e envio dos três modelos em 3 dezembro do ano passado após detectar o mau funcionamento.

Fonte: Japan Times

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Governo recomenda que crianças usem máscaras nas creches

Publicado em 6 de fevereiro de 2022, em Sociedade

As mais recentes medidas ocorrem quando o Japão enfrenta sua sexta onda de infecções conduzida pela ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Variante ômicron continua a se espalhar no Japão, princiaplamente entre crianças (ilustrativa/banco de imagens)

Um painel do governo japonês recomendou na sexta-feira (4) que crianças usem máscaras nas creches para prevenir a rápida propagação da altamente transmissível variante ômicron do coronavírus, mas parou de sugerir uma idade específica devido a preocupações com riscos à saúde.

Publicidade

Visto que a ômicrom continua a se espalhar rapidamente no país, principalmente entre crianças, o painel elaborou propostas para prevenir que elas e funcionários sejam infectados.

Um plano inicial o qual buscava que as crianças com idade igual ou superior a 2 anos fracassou após objeções dentro do painel.

As diretrizes antivírus do ministério da saúde, até agora, não exigem que crianças usem máscara nas instalações.

O painel escreveu em suas recomendações que “é recomendado que as crianças usem máscaras quando possível”, mas dependeria de seus desenvolvimentos individuais.

Ele também indicou que “não há necessidade de forçá-las a usarem máscaras se elas não se sentirem bem ou terem dificuldade em usá-las continuamente”.

O painel também mantém sua política existente de não recomendar que crianças com menos de 2 anos as usem devido a riscos de asfixia ou hipertermia.

As mais recentes medidas ocorrem quando o Japão enfrenta sua sexta onda de infecções conduzida pela ômicron, levando a um aumento no número de pacientes gravemente doentes, assim como fechamento de escolas.

Fonte: Japan Today

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância