Gunma: queda de residentes estrangeiros pela primeira vez em 9 anos

Isso não acontecia desde 2012, ano seguinte à crise global desencadeada pelo Lehman Brothers.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vista da cidade de Ota (Wikimedia)

Segundo informações do governo da província de Gunma, é a primeira vez em 9 anos que o número de residentes estrangeiros teve queda, do total levantado em dezembro de 2021 em relação a 2020. 

Publicidade

Um dos motivos foi a restrição de entrada de imigrantes e trabalhadores do exterior por causa da epidemia do novo coronavírus.  

A queda foi de 712 pessoas, pois o número total de residentes estrangeiros até 31 de dezembro é de 67.949. Desde 2012, ano seguinte à crise dos Lehman Brothers, não se via redução.

Província de Gunma, na região Kanto (Wikimedia)

Os brasileiros perderam posição de top na província de Gunma:

  • 12.394 verde amarelos
  • 19.945 vietnamitas
  • 7.830 filipinos

Por cidade, Isesaki tem 13.405 estrangeiros, são 11.619 em Ota e 7.834 em Oizumi. O percentual de residentes estrangeiros em relação à população da província é de 3,1%.

“Este ano, iniciamos um sistema para certificar as empresas consideradas excelentes e que empregam estrangeiros. Espero que os residentes estrangeiros escolham Gunma para viver e trabalhar”, disse o representante da Divisão de Promoção de Avanço de Vida e Estrangeiros.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

FMI aprova ajuda de US$1,4 bilhão para a Ucrânia

Publicado em 10 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A invasão militar russa da Ucrânia foi responsável por uma massiva crise humanitária e econômica, disse diretora do FMI.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio do FMI em Washington, EUA (banco de imagens)

O Fundo Monetário Internacional – FMI disse que seu conselho executivo aprovou na quarta-feira (9) um apoio de emergência de US$1,4 bilhão para a Ucrânia destinado a atender necessidades urgentes de gastos e atenuar o impacto econômico da invasão militar da Rússia.

Publicidade

“A invasão militar russa da Ucrânia foi responsável por uma massiva crise humanitária e econômica”, disse a diretora de gestão do FMI, Kristalina Georgieva, em uma declaração após a reunião, prevendo uma recessão profunda na Ucrânia neste ano.

“Necessidades financeiras são grandes, urgentes e poderiam aumentar de forma significativa, visto que a guerra continua”, disse ela. Uma vez que a guerra acabar, a Ucrânia provavelmente precisará de “amplo suporte” adicional.

O FMI disse que a guerra já tinha resultado em consequências muito graves, citando a fuga de mais de 2 milhões de pessoas do país em 13 dias e destruição em larga escala de infraestruturas fundamentais.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância