Jornal da Rússia apaga matéria que informava perda de 10 mil soldados na Ucrânia

A Rússia omite informação de suas perdas no ataque contra a Ucrânia. O jornal pró-Kremlin publicou a matéria e logo a apagou.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Soldado russo morto pela defesa da Ucrânia (Ukrinform)

O jornal pró-Kremlin chamado Komsomolskaya Pravda publicou uma matéria sobre as perdas do exército russo no ataque contra a Ucrânia, informando que 9.861 morreram e 16.151 estão feridos.

Publicidade

A matéria foi publicada no domingo (20) e depois de 24 horas foi apagada do site, na segunda-feira (21).

A empresa jornalística alegou que “o site foi invadido e foram divulgadas informações falsas”.

O Ministério da Defesa da Rússia não atualizou o número de mortes de seus soldados, mantendo que foram 498, dados do dia 2, enquanto o lado ucraniano já perdeu cerca de 15 mil e são milhares de americanos mortos. 

Um porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, se recusou a dizer os números reais: “Não há informações sobre os números. É um privilégio do Departamento de Defesa”.

Ucrânia afirma que o número de mortes de soldados russos é superior a 15 mil

Veículo de guerra da Rússia, com símbolo Z, abatido pelos ucranianos (Ukraine Joint Forces Operation)

Por outro lado, o governo da Ucrânia informou que no período entre 24 de fevereiro, quando começou o ataque da Rússia, e 22 de março, “os invasores russos perderam cerca de 15.300 soldados, 509 tanques, 1.556 veículos de combate blindados, 252 sistemas de artilharia, 80 MLRS, 45 unidades de defesa aérea, 99 aeronaves, 123 helicópteros, 1.000 veículos, 3 navios/barcos, 70 tanques de combustível, 35 UAVs de nível operacional e tático, e 15 unidades de equipamentos especiais”.

Fontes: FNN e Ukrinform

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japonês é preso por contrabando, o qual tinha 2 cúmplices estrangeiros

Publicado em 23 de março de 2022, em Sociedade

Os seus comparsas já foram presos antes e agora o japonês, provavelmente o que tinha o papel de traficar a droga ilícita.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pacote e conteúdo apreendidos (Nagoya TV)

De acordo com o Departamento de Controle de Drogas do Departamento de Saúde e Bem-Estar de Tokai-Hokuriku, o japonês 職永留凌雅, 24 anos, desempregado e residente na cidade de Osaka (província homônima), foi preso na terça-feira (22) em Nagoia (Aichi).

Publicidade

Usando o correio internacional, Nagatome recebeu uma caixa contendo 180 gramas de maconha, escondidas em meias, como se fosse um presente. Essa quantidade de droga foi avaliada em 1,1 milhão de ienes, provavelmente para tráfico, segundo a polícia.

O contrabando foi despachado da Holanda, no ano passado, entre setembro e outubro, com a participação de dois cúmplices, ambos estudantes estrangeiros no Japão, sendo um americano e outro russo

Esses dois já foram presos e acusados de contrabando. Eles poderiam ter feito a encomenda e o japonês teria o papel de ser o traficante desse grupo, analisa a polícia.

Fontes: CTB e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância