Amazon assina contrato massivo para lançar satélites de internet ao espaço

A Amazon planeja construir uma rede de 3.236 satélites na órbita baixa da Terra, a fim de oferecer internet de alta velocidade para qualquer lugar no mundo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Projeto Kuiper é o plano da Amazon de construir uma rede de 3.236 satélites na órbita baixa da Terra (banco de imagens)

A Amazon anunciou na terça-feira (5) o que ela diz ser o maior negócio de foguetes na história da indústria do espaço comercial, assinando contrato com três companhias para até 83 lançamentos de seu Projeto Kuiper de satélites de internet.

Publicidade

A gigante da tecnologia assinou contratos para 38 lançamentos com a United Launch Alliance – um empreendimento conjunto da Boeing e da Lockheed Martin, 18 com a companhia europeia Arianespace e 12 com a Blue Origin, com uma opção de 15 lançamentos adicionais com o empreendimento privado que é de propriedade do fundador da Amazon, Jeff Bezos.

O Projeto Kuiper é o plano da Amazon de construir uma rede de 3.236 satélites na órbita baixa da Terra, a fim de fornecer internet de alta velocidade para qualquer lugar no mundo.

A Comissão Federal de Comunicações – FCC autorizou o sistema da Amazon em 2020, o qual a companhia disse que “investirá mais de US$10 bilhões” para construir.

Fonte: CNBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

EUA mantiveram teste de míssil hipersônico em sigilo para evitar tensões com a Rússia

Publicado em 6 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

EUA testaram míssil hipersônico em meados de março, mas o mantiveram em silêncio para evitar escalada de tensões com a Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Os EUA testaram com sucesso um míssil hipersônico em meados de março, mas o mantiveram em silêncio por duas semanas para evitar a escalada de tensões com a Rússia, visto que o presidente Joe Biden estava prestes a viajar para a Europa, de acordo com um funcionário da defesa que tem conhecimento do assunto.

Publicidade

O Hypersonic Air-breathing Weapon Concept (HAWC) foi lançado de um bombardeiro B-52 ao largo da costa oeste, disse o funcionário, no primeiro teste de sucesso na versão Lockheed Martin do sistema.

O teste atendeu a todos os objetivos primários, de acordo com um release da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA), incluindo a integração e liberação do míssil, separação segura da aeronave de lançamento, propulsor de disparo e cruzeiro.

O teste ocorreu dias após a Rússia ter dito que ela havia usado seu próprio míssil hipersônico durante sua invasão na Ucrânia, afirmando que ela tinha como alvo um depósito de munição no oeste da Ucrânia.

Autoridades nos EUA minimizaram a relevância do uso russo do míssil hipersônico Kinzhal.

Na época do teste dos EUA, Biden estava se preparando para uma visita aos aliados da OTAN na Europa, incluindo uma parada na Polônia onde ele se encontrou com o ministro de Relações Exteriores e o da Defesa da Ucrânia.

Os EUA têm sido cauteloso em não tomar medidas ou fazer declarações que poderiam escalar desnecessariamente as tensões entre Washington e Moscou.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência