Bacon Potato Pie de volta ao menu

Se é fã do pastel mais famoso da rede de fast food, corra, pois é por pouco tempo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem de divulgação

A empresa americana McDonald’s Japan anunciou a volta do pastel mais famoso, o Bacon Potato Pie, temporariamente.

Publicidade

Esse pastel tem crocância por fora e um recheio cremoso irresistível. O bacon defumado com cebola e leite, combinados com as batatas em pedaço, bem macias, são uma criação harmoniosa da marca americana, que agrada todas as gerações.

Esse pastel é perfeito para um lanche rápido a fim de saciar a fome ou durante uma pausa do dia.   

O Bacon Potato Pie tem 76 gramas de pura delícia, 227kCal, 3,7 gramas de proteína e 23,7 de carboidrato. 

Por tempo limitado, começa a ser vendido na quarta-feira (13), ao preço de ¥150.

Bom apetite!

Imagem de divulgação

Fonte: divulgação

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Chileno é condenado a 28 anos de prisão na França pelo homicídio da estudante japonesa

Publicado em 13 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

A vítima foi Narumi Kurosaki, japonesa que estudava na França. O chileno, ex-namorado, foi julgado como culpado pela morte dela.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Réu chileno (La Tercera)

O chileno Nicolás Zepeda, de 31 anos, esteve no banco do réu de um tribunal francês acusado de ter matado a ex-namorada em dezembro de 2016 em Besançon, no leste da França – onde a japonesa Narumi Kurosaki estudava o idioma francês – e de ter descartado o corpo, movido pelo ciúme. No entanto, negou as acusações repetidamente.

Publicidade

O julgamento de duas semanas, na França, terminou na terça-feira (12), com a sentença de 28 anos de prisão e não perpétua como se imaginava. Ele pode apelar.

A mãe enlutada esteve presente no julgamento esperando que ele dissesse o local onde se encontra o corpo, mas ficou sem resposta, tampouco ouviu dele a confissão do homicídio. O Ministério Público disse que ele teria descartado em um rio.

Segundo a chamada do L’Est Républicain, analisando as crenças do Japão, agora Narumi, que tinha 21 anos, viverá para sempre em uma armadilha, aprisionada.

A vítima, Narumi Kurosaki, na França (FNN)

O réu teve um relacionamento com Narumi quando estudou no Japão. Depois que ela foi estudar fora de seu país, ele saiu do Chile para a França, direto para a cidade de Besançon onde a japonesa decidiu se estabelecer para estudar francês.

Segundo as autoridades francesas, na noite de seu desaparecimento, os alunos ouviram gritos do quarto de Narumi. 

Nesse período, as autoridades francesas finalmente verificaram que o chileno comprou cinco litros de gasolina, fósforos, alugou um carro que devolveu sujo, cheio de lama e que dirigiu por áreas arborizadas. Isso demonstrou forte intenção de homicídio. Mas o rastro da estudante se perdeu no local.

De acordo com a hipótese do Ministério Público, o chileno Zepeda teria lançado os restos mortais da vítima no rio Doubs, pelo que teriam ido parar na jusante da barragem de Crissey.

Zepeda voltou ao seu país logo depois do crime, mas a justiça francesa solicitou a sua extradição em 2020 para ser julgado no país.

Fontes: France 24, BioBio Chile, La Tercera, FNN e Tokyo Shimbun 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência