Japão aumenta vigilância contra varíola dos macacos em meio a surto na Europa

Ainda não houve casos no Japão, mas municípios foram solicitados a aumentarem a vigilância e reportarem quaisquer casos suspeitos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Desde o início deste mês, mais de 100 casos confirmados e suspeitos de varíola dos macacos (monkeypox) foram reportados na Europa, América do Norte e Austrália, aumentando preocupações sobre um outro surto de doença infecciosa.

Publicidade

Enquanto nenhum caso tenha sido encontrado no Japão até agora, o Ministério da Saúde pediu nesta semana que municípios a nível nacional aumentassem a vigilância e reportassem quaisquer casos suspeitos.

Entretanto, especialistas dizem que é improvável que o vírus da varíola dos macacos se espalhe rapidamente como o coronavírus.

A varíola dos macacos é causada por um vírus que se espalha entre humanos e animais. Quando infectadas, as pessoas desenvolvem sintomas muito similares àqueles vistos com a varíola humana, embora a dos macacos seja clinicamente menos severa.

Desde 1970, quando o primeiro caso foi detectado no Congo, houve surtos sustentados na África Ocidental e Central. A Organização Mundial da Saúde considera o vírus endêmico em 12 nações africanas.

O nome varíola dos macacos vem da descoberta inicial do vírus em macacos em um laboratório dinamarquês no ano de 1958.

Desde 14 de maio, casos de pessoas sem histórico de viagem a países onde o vírus é endêmico foram reportados por toda a Europa, EUA, Canadá e Austrália, sugerindo propagação comunitária do vírus.

Os sintomas incluem erupção cutânea aguda, dor de cabeça, nódulos linfáticos inchados e dores musculares.

O período de incubação é geralmente entre 6 e 13 dias, mas pode variar de 5 a 21 dias. De acordo com o ministério da saúde, a erupção cutânea surge de 1 a 3 dias após o surgimento de febre, geralmente na face e membros inferiores.

A maioria se recupera naturalmente dentro de 2 a 4 semanas, mas a doença pode causar sintomas severos em algumas pessoas, como crianças, grávidas ou aqueles com o sistema imunológico enfraquecido.

A taxa de mortalidade chega a 11%, mas nenhuma morte foi reportada em países ocidentais até agora, de acordo com o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas.

Fonte: Japan Times

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Novo cenário para Tóquio se ocorrer o esperado terremoto direto sob a capital

Publicado em 25 de maio de 2022, em Sociedade

Os números de estimativas de morte, pessoas feridas e prédios destruídos são alarmantes, embora sejam menores do que há 10 anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Simulação de incêndio por causa do terremoto (FNN)

Na quarta-feira (25), o Governo Metropolitano de Tóquio anunciou novas estimativas de danos para quatro terremotos que devem ocorrer diretamente sob a capital, um deles chamado de 都心南部直下地震, o que se lê Toshin Nambu Chokka Jishin

Publicidade

Foi a primeira revisão depois de 10 anos, porque a capital mudou e os edifícios também. Embora o número de mortes em decorrência do desastre possa ser inferior à estimativa anterior, em cerca de 30 a 40%, continua sendo elevado.

Magnitude 7,3: se for no inverno e com vento de 8m/s

Nesse cenário, supondo tremor de intensidade 6 ou mais, causaria danos graves em 60% dos 23 distritos de Tóquio, com estimativa de 194.431 edifícios danificados e o número de mortes seria de 6.148. Estima-se que o número de pessoas evacuadas chegue a cerca de 2,99 milhões.

Infográfico mostra a região sul de Tóquio, em vermelho e laranja, onde os tremores seriam mais fortes (FNN)

O cenário previsto é de 82.199 edifícios completamente destruídos em Koto-ku, Ota-ku, Edogawa-ku e outros distritos, devido a tremores, liquefação do solo e o colapso das encostas íngremes. Supondo que o terremoto ocorresse às 18h no inverno e a velocidade do vento seja de 8 metros, calculou-se que 112.232 edifícios seriam destruídos pelo fogo.

Da estimativa de mortes, 3.666 seriam pelos desabamentos dos prédio e o impacto direto dos objetos caindo ao ar livre, além das 2.482 vítimas fatais pelos incêndios. O número de feridos poderá ser de 93.435, dos quais 13.829 em estado grave.

Outros possíveis terremotos

O outro, chamado de 多摩東部直下地震 (Tama Tobu Chokka Jishin), poderá ser de magnitude 7,3. 

O 立川断層帯地震 (Tachikawa Danso-tai Jishin), ocorreria na falha de Tachikawa, de magnitude estimada em 7,4.

Já o 大正関東地震 (Taisho Kanto Jishin), seria de magnitude na classe de 8, o que causaria danos ainda maiores.

Danos materiais no terremoto (FNN)

No caso do terremoto direto sob o leste de Tama (多摩東部直下地震), se a intensidade sísmica for de 6, as cidades metropolitanas de Musashino e Mitaka, poderão ter 70.108 prédios totalmente destruídos. O número de mortes seria de 4.986 pessoas e os desabrigados evacuados seriam aproximadamente 2,76 milhões de pessoas.   

Quando ocorreriam esses terremotos muito fortes

A probabilidade de ocorrência dos terremotos diretamente sob o sul de Tóquio e a leste de Tama, é de 70% em 30 anos, enquanto o da zona de falha de Tachikawa é de 0,5 a 2% e o de Taisho Kanto é de 0 a 6%.

Embora as probabilidades desses dois últimos seja muito pequena, caso ocorram os danos serão enormes.

A estimativa é de que no caso da falha de Tachikawa, 51.928 prédios serão danificados e matará 1.490 pessoas. No caso do terremoto de Taisho Kanto, danificará 54.962 prédios e matará 1.777 pessoas.

Esses cenários foram elaborados presumindo-se que boa parte da população desses locais fique sem bateria do smartphone. Por isso, a recomendação é que cada um tenha uma fonte de bateria para um caso de emergência como essas situações.

Tsunami

O tsunami ocorrerá mas poderá ser de no máximo 2,2 metros de altura. 

Devido ao aumento da tecnologia de resistência aos terremotos e com edifícios com alto desempenho de resistência ao fogo, os danos esperados são menores do que há 10 anos. Ainda assim, são assustadores.

Fontes: Sankei, ANN e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância