Dos dois meninos levados pela correnteza do rio, um continua desaparecido

Um foi salvo, ileso, mas seu amigo continua sendo procurado no rio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Bombeiros e policiais na beira do rio (KTV)

Uma pessoa viu os meninos sendo levados pela correnteza do rio e ligou para o 110, pouco depois das 14h30 de domingo (5), informando que pareciam ser estudantes do primário.

Publicidade

A ocorrência foi no Rio Uji, em Fushimi-ku, cidade de Quioto (província homônima).  

Segundo a polícia, dois meninos de 11 anos foram levados e um deles foi resgatado aproximadamente 15 minutos depois da ligação e se encontra bem, sem ferimentos.  

No entanto, seu amigo continua desaparecido, embora as buscas tenham continuado na noite de domingo. Foram retomadas na manhã de segunda-feira (6).

A polícia informou que os meninos estavam brincando em um grupo de 6 na margem do rio. “Estávamos nadando e senti que a correnteza estava forte. Nós dois fomos levados”, teria relatado o que foi salvo pelos bombeiros e policiais.

O local onde brincavam fica a 300 metros da Ponte Kangetsu 

Fontes: NHK, KTV e NTV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

OMS: 780 casos de varíola dos macacos no mundo, nível de risco é ‘moderado’

Publicado em 6 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

Um único caso de varíola dos macacos em um país não endêmico é considerado um surto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tubo de teste de sangue positivo para varíola dos macacos (ilustrativa/banco de imagebns)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse no domingo (5) que 780 casos de varíola dos macacos (monkeypox) confirmados em laboratório haviam sido reportados à ela de 27 países não endêmicos, enquanto mantém que o nível de risco global era moderado.

Publicidade

Poucas hospitalizações foram reportadas, a não ser o isolamento de pacientes.

Os países não endêmicos que estão reportando a maioria dos casos, segundo a OMS, são Reino Unido, Espanha, Portugal, Canadá e Alemanha.

Um único caso de varíola dos macacos em um país não endêmico é considerado um surto.

“Embora o atual risco à saúde humana e para o público geral continue baixo, ele pode aumentar se o vírus explorar a oportunidade de se estabelecer em países não endêmicos como um patógeno humano generalizado”, disse a OMS em uma atualização sobre o surto da doença.

“A OMS avalia o risco a nível global como moderado considerando que essa é a primeira vez que muitos casos de varíola dos macacos e clusters são reportados ao mesmo tempo em países não endêmicos e endêmicos”.

A maioria dos casos até agora se apresentou através de serviços de saúde sexual ou outros serviços de saúde e envolveram homens que tiveram relações sexuais com homens, disse a OMS.

A OMS disse que muitos casos não estavam se apresentando com a imagem clínica clássica da varíola dos macacos: alguns descreveram pústulas (bolinhas com pus) aparecendo antes de sintomas como febre, e lesões em diferentes estágios, ambas as quais são atípicas.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência