Governo japonês pede para economizar eletricidade

É a primeira vez em 7 anos que o governo faz esse tipo de pedido devido à severidade na oferta e demanda no verão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de ar-condicionado (PM)

O governo realizou uma reunião ministerial pela primeira vez em 5 anos para se preparar para a oferta e demanda apertadas de eletricidade neste verão, especialmente em Tóquio.

Publicidade

Embora não exija que as residências e empresas economizem energia elétrica com metas numéricas, pediu medidas para redução do consumo, o máximo possível.  

O pedido se deve ao aumento do fechamento de antigas usinas termelétricas e ao impacto do terremoto em março na usina de Fukushima, por isso a capacidade de fornecimento de energia será escassa. Esta é a primeira vez em 7 anos, desde 2015 que o governo solicita economia de energia.

O período de solicitação de economia de energia é de 1.º de julho a 30 de setembro. Em particular, no horário entre 17h e 20h, crítico, por causa da redução da produção da energia solar, será preciso controlar o consumo.

Pediu que o ar-condicionado, um dos que mais consomem energia elétrica, deva ser programado para 28ºC.

No caso de se prever que o fornecimento de energia elétrica está ficando apertado, o governo pensa em emitir um aviso de “tensão no fornecimento e demanda de eletricidade”, com a finalidade de notificar sobre a severidade o mais rápido possível. 

Por esse motivo, com base na lei, o governo considera uma ordem de restrição de uso que exige que as empresas reduzam o consumo de energia e também se prepara para os blackouts por precaução.

Fontes: Mainichi e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Índice de aprovação do gabinete de Kishida continua alto

Publicado em 7 de junho de 2022, em Política

Forte suporte para a administração de assuntos diplomáticos e da pandemia podem ter sustentado as avaliações do gabinete.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Esse é o terceiro aumento consecutivo no índice de aprovação desde a pesquisa em abril (banco de imagens)

O gabinete do primeiro-ministro Fumio Kishida teve um índice de aprovação de 64% em uma recente pesquisa de opinião pública a nível nacional conduzida pelo jornal Yomiuri, marcando o terceiro aumento consecutivo desde a enquete em abril.

Publicidade

O índice de aprovação para o gabinete de Kishida continuou alto antes da eleição da Câmara dos Conselheiros agendada para o próximo mês.

Acredita-se que o forte suporte para a administração de assuntos diplomáticos e a pandemia de coronavírus, e a inexistência de quaisquer grandes erros tenham sustentado as avaliações do gabinete.

O índice de desaprovação na mais recente pesquisa conduzida de 3 a 5 de junho situou-se a 26%, alta de 23% na enquete anterior conduzida de 13 a 15 de maio.

O gabinete teve um índice de aprovação de 63% na pesquisa anterior. O índice na mais recente é apenas dois pontos percentuais a menos do que os 66% de janeiro, o mais alto desde o início do gabinete de Kishida.

Em sua cúpula com o presidente dos EUA, Joe Biden, Kishida definiu uma posição em lidar rigorosamente com a China e Rússia em cooperação com os EUA, e 74% aprovaram isso.

Durante suas conversas, Kishida manifestou determinação para um “aumento substancial” nos gastos de defesa do Japão. Mais da metade dos entrevistados apoiou mais gastos com defesa.

O Yomiuri usou discagem de dígitos aleatórios para conduzir a pesquisa, ligando para telefones fixos e celulares de eleitores elegíveis com idade igual ou superior a 18 anos a nível nacional. A mais recente pesquisa obteve 1.060 respostas válidas.

Fonte: Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência