Produtos usados estão mais valorizados

Caso tenha alguns produtos que não usa mais e tomam espaço nos armários, pode se desfazer ganhando um dinheiro extra.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cédulas de 5 e mil ienes (PM)

Se pretende destralhar o que tem em casa o momento é apropriado. As lojas de segunda mão estão pagando mais por algumas coisas que não está mais usando, tomando espaço nos armários. 

Publicidade

Por causa da desvalorização do iene, os produtos de marca usados ​​vendem mais. Pode ser uma oportunidade para ganhar alguns trocados.

Os artigos que melhor pagam são roupas e acessórios como bolsas e carteiras de griffes famosas internacionalmente; games, inclusive os modelos mais antigos, botas de esqui, capacete de motoqueiro, presentes nunca usados, tacos de golfe e eletrodomésticos.

Por isso, se tem alguma coisa parada, pode levar nessas lojas especializadas como Book Off e várias outras, para transformar os objetos parados em dinheiro.

Mesmo que a quantia oferecida não pareça muito, já ajuda a compensar os aumentos de preços de artigos do dia a dia. Ou, pode ir para a poupança. É um duplo ganho: o do destralhe e do dinheiro inesperado.

Fonte: JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Furtos sequenciais de pêssegos em Yamanashi causam prejuízos de ¥2,3 milhões

Publicado em 21 de junho de 2022, em Sociedade

Os fruticultores cultivam durante um ano inteiro e quando estão no ponto da colheita se surpreendem com os furtos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pêssego da variedade Hikawa Hokuho quase maduro (ANN)

Na província de Yamanashi, na área conhecida como o Reino das Frutas, onde se concentra a maior produção de pêssego do Japão, os fruticultores estão amargando furtos sequenciais

Publicidade

Até segunda-feira  (20) foram contadas pelo menos 9,4 mil unidades levadas pelos criminosos, no ponto de colheita. Segundo a cooperativa local –  JA – esses furtos são sem precedentes.

“Sinto como se tivessem levado meus bebês”, lamenta um dos fruticultores. 

“Estou realmente decepcionado. Foi cultivado com muito cuidado durante um ano e finalmente, na hora da colheita…”, desabafa outro prejudicado que perdeu 1 milhão de ienes, pois levaram 4 mil unidades.

No total são 9 propriedades das cidades de Yamanashi e Fuefuki que tiveram 9,4 mil unidades furtadas. O prejuízo para os fruticultores chega a 2,37 milhões de ienes.

Os ladrões levaram os pêssegos da variedade Hikawa Hokuho (日川白鳳), de polpa branca e doce, com baixo teor de acidez e com a casca bem avermelhada.

Mesmo com patrulhamento nas propriedades, os ladrões conseguiram furtar os pêssegos, desde o começo da segunda quinzena.

A polícia está à procura dos ladrões e não descarta a possibilidade de ser um crime sistemático, pois os danos estão concentrados em uma área a 3km da estação Kasugai-cho, da linha JR Chuo.

Fontes: Asahi e ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância