Exportações de grãos da Ucrânia podem recomeçar na segunda-feira, diz Turquia

A Turquia e as Nações Unidas mediaram um negócio entre a Ucrânia e a Rússia para reiniciar as exportações de trigo ucraniano e outros grãos através do Mar Negro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Grãos de soja nas mãos de agricultor (ilustrativa/banco de imagens)

Um alto funcionário da Turquia indicou que as exportações de grãos da Ucrânia podem recomeçar na segunda-feira (1º) a partir de um porto no sul.

Publicidade

O porta-voz presidencial turco, Ibrahim Kalin, disse à mídia local no domingo (31) que o primeiro navio transportando grãos da Ucrânia poderia partir na manhã de segunda-feira (1º). Kalin disse que o carregamento das embarcações havia sido concluído.

A Turquia e as Nações Unidas mediaram um negócio entre a Ucrânia e a Rússia para reiniciar as exportações de trigo ucraniano e outros grãos através do Mar Negro.

O secretário de Estado dos EUA Anthony Blinken pediu ao ministro de Relações Exteriores russo Sergey Lavrov que cumprisse com o negócio quando eles conversaram pelo telefone na sexta-feira (29).

O presidente Volodymyr Zelenksy escreveu no Twitter no domingo que a colheita da Ucrânia neste ano poderia cair em cerca de metade.

Ele disse que a principal meta da Ucrânia é de evitar uma crise alimentar global causada pela invasão da Rússia.

O ministro da Defesa da Rússia disse no domingo que ataques aéreos pelas suas forças destruíram armas nas regiões de Kherson e Mykolaiv, no sul da Ucrânia. O prefeito de Mykolaiv disse na mídia social no mesmo dia, que a região sofreu o pior bombardeio desde o início da invasão russa.

Andriy Yermark, chefe do escritório presidencial da Ucrânia, escreveu na mídia social que um empresário que administra uma grande exportadora de grãos havia sido morto em um ataque russo em Mykolaiv.

Enquanto a Rússia continua sua ofensiva intensa e tropas ucranianas contra-atacam no sul, analistas estão esperando para ver quando as exportações de grãos ucranianos serão retomadas.

Primeira embarcação de grãos parte da Ucrânia

(atualizaçãoo às 17h30)

O ministro da Infraestrutura disse que um navio carregado com milhor partiu do porto de Odessa da Ucrânia com destino ao Líbano na manhã desta segunda-feira (hora local).

O envio é resultado de um negócio entre a Ucrânia e a Rússia, que foi mediado pela Turquia e Nações Unidas.

O acordo era destinado a reiniciar as exportações de trigo e outros grãos ao garantir passagem segura para navios através do Mar Negro.

As exportações estão suspensas desde o início da invasão russa, levanto preocupações sobre uma crise alimentar global.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Toyota deixará Reino Unido se os híbridos forem proibidos

Publicado em 1 de agosto de 2022, em Notícias do Mundo

O Reino Unido pretende antecipar para 2030 o fim dos veículos híbridos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa de uma concessionária Toyota (Raw Pixel)

A Toyota Motor ameaçou parar de fabricar no Reino Unido se o governo prosseguir com seus planos de proibir a venda de carros híbridos a partir de 2030. 

Publicidade

A gigantesca fabricante informou ao governo que as restrições à venda de seus modelos híbridos impactariam nas suas “atividades de fabricação, varejo e outros negócios” da empresa e seu “investimento futuro” no Reino Unido, segundo documento visto pelo The Telegraph.   

“Se o governo adotar o requisito SZEC (capacidade significativa de emissão zero, na tradução livre) que cause o fim antecipado da venda de novos veículos elétricos híbridos e híbridos plug-in em 2030, haveria um impacto em várias áreas”, escreveu.

De acordo com o documento, a Toyota também recuou contra o plano do ministério de fazer com que os fabricantes aumentassem a porcentagem de veículos elétricos vendidos até 2035.

O governo britânico decidiu proibir a venda de novos veículos a gasolina e diesel em 2030, mas planeja permitir híbridos apenas para modelos com excelente desempenho ambiental até 2035. 

Os fabricantes de automóveis estão sujeitos a multas pesadas se não cumprirem.

A matéria foi publicada no sábado (30), data local, pelo jornal The Telegraph, a qual fez um relato com base em documento obtido por uma think tank ambiental através de um pedido de liberdade de informação.

A Toyota Motor Manufacturing UK (TMUK) tem uma fábrica em Burnaston tem capacidade de produção anual de 285 mil veículos anuais, onde se produz o Corolla.

Fontes: Mainichi, The Telegraph, JMD e City A.M.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência