Toyota deixará Reino Unido se os híbridos forem proibidos

O Reino Unido pretende antecipar para 2030 o fim dos veículos híbridos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa de uma concessionária Toyota (Raw Pixel)

A Toyota Motor ameaçou parar de fabricar no Reino Unido se o governo prosseguir com seus planos de proibir a venda de carros híbridos a partir de 2030. 

Publicidade

A gigantesca fabricante informou ao governo que as restrições à venda de seus modelos híbridos impactariam nas suas “atividades de fabricação, varejo e outros negócios” da empresa e seu “investimento futuro” no Reino Unido, segundo documento visto pelo The Telegraph.   

“Se o governo adotar o requisito SZEC (capacidade significativa de emissão zero, na tradução livre) que cause o fim antecipado da venda de novos veículos elétricos híbridos e híbridos plug-in em 2030, haveria um impacto em várias áreas”, escreveu.

De acordo com o documento, a Toyota também recuou contra o plano do ministério de fazer com que os fabricantes aumentassem a porcentagem de veículos elétricos vendidos até 2035.

O governo britânico decidiu proibir a venda de novos veículos a gasolina e diesel em 2030, mas planeja permitir híbridos apenas para modelos com excelente desempenho ambiental até 2035. 

Os fabricantes de automóveis estão sujeitos a multas pesadas se não cumprirem.

A matéria foi publicada no sábado (30), data local, pelo jornal The Telegraph, a qual fez um relato com base em documento obtido por uma think tank ambiental através de um pedido de liberdade de informação.

A Toyota Motor Manufacturing UK (TMUK) tem uma fábrica em Burnaston tem capacidade de produção anual de 285 mil veículos anuais, onde se produz o Corolla.

Fontes: Mainichi, The Telegraph, JMD e City A.M.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fabricante de brinquedos do Japão anuncia aumento de preços

Publicado em 1 de agosto de 2022, em Sociedade

A Tomy Company disse que aumentará os preços de alguns produtos com início em 1º de setembro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Brinquedos populares ficarão mais caros (NHK)

Brinquedos populares que entretiveram gerações de crianças no Japão são a parte mais recente da vida diária a sentirem os efeitos dos altos custos de matéria-prima.

Publicidade

A grande fabricante de brinquedos Tomy Company disse que aumentará os preços de alguns produtos com início em 1º de setembro. Os aumentos serão aplicados a mais de 330 itens.

Eles incluem modelos e acessórios das linhas emblemáticas da companhia de brinquedos de trem chamados Plarail e modelos de carros Tomica. Um jogo de tabuleiro chamado Game of Life também subirá de preço.

Os aumentos de preços serão em uma média de mais de 10 por cento. Os preços de matérias como zinco e plástico aumentaram, segundo a Tomy.

De acordo com a companhia, custos mais caros de envio de fábricas no exterior também dificultaram manter os preços inalterados através de melhorias na eficiência de produção.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência