Adeus a Antonio Inoki, descoberto no Brasil, marcou a era de ouro da luta livre no Japão

Deixou o atletismo e o trabalho na fazenda de café, no Brasil, para estrear e brilhar como lutador profissional, tornando-se um ícone da luta livre no Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Antonio Inoki em um programa da NHK de 2010

O ex-lutador profissional Antonio Inoki, cujo nome verdadeiro era Kanji Inoki, serviu dois mandatos como membro da Câmara, morreu em sua casa no sábado (1.º) aos 79 anos

Publicidade

Ele estava lutando contra uma doença incurável, amiloidose sistêmica. Há alguns dias, Antonio Inoki estava com problemas de saúde devido à hipoglicemia e se recuperava em casa. Apesar de ter se recuperado no dia anterior, seu estado piorou repentinamente de manhã e faleceu em casa.  

Nascido em Tsurumi-ku, na cidade de Yokohama (Kanagawa), em 1943, perdeu o pai aos 5 anos e se mudou para o Brasil com a família aos 13 anos para trabalhar nas fazendas de café. 

Quando venceu a prova de arremesso de peso em uma competição local de atletismo, foi procurado pelo lendário Rikidozan (Mitsuhiro Momota), mais conhecido como o pai da luta livre no Japão e na Coreia do Sul, o qual estava em uma expedição no Brasil.

Deixa o Brasil para estrear no Japão

Em abril de 1960 Rikidozan desembarca no Japão com Enoki, quando tinha apenas 17 anos, para apostar na sua carreira. Em 30 de setembro do mesmo ano foi anunciada a estreia de Inoki na luta livre profissional, no mesmo momento em que o jogador profissional de beisebol também estreou como lutador, conhecido como Giant Baba.

A partir de 1962 lutador profissional com 1,90 metro de altura, adotou o nome de Antonio Inoki e ao lado de Giant Baba, o fundador do All Japan Pro Wrestling, se tornaram os nomes mais famosos do wrestling profissional.

Inoki foi considerado o lutador que impulsionou essa era de ouro pelo seu espírito de luta ardente. O seu bordão “genki desuka!” se tornou sua marca, pois antes de mais nada ele o usava e encantava o público.

Famoso no mundo como lutador profissional 

Foi para os Estados Unidos para um treinamento militar e, no retorno ao Japão em 1972, criou o New Japan Pro-Wrestling. Depois disso, estabeleceu o auge da luta livre profissional no Japão. 

Luta entre Muhammad Ali e Antonio Inoki (Nikkan Sports)

Em 1976, a luta com o pugilista campeão mundial Muhammad Ali, em uma competição de artes marciais mistas, Antonio Inoki atraiu a atenção do público fora do Japão, pois foi televisionada em todo o mundo. Além do famoso Ali, Inoki lutou com muitos outros nomes destacados do mundo das artes marciais, com a finalidade de promover a luta livre profissional no Japão.

1.º lutador a se tornar deputado e primeiro japonês no hall da fama

Falando o seu bordão cheio de energia, posa em frente à câmara dos conselheiros (NHK e Nikkan Sports)

Como político, em 1989, Antonio Inoki estabeleceu o Partido da Paz Esportiva (スポーツ平和党) e concorreu às eleições da 15.ª Câmara dos Conselheiros no mesmo ano, com os bordões “Corrija a suástica na Dieta” e “Reduza o imposto sobre o consumo” e foi eleito. Exerceu dois mandatos e foi o primeiro deputado vindo do mundo da luta livre.

Depois disso, depois de ter deixados os ringues como lutador profissional, também demonstrou suas habilidades como produtor de eventos de artes marciais, como a realização do Inoki Festival. A União Soviética, Iraque e Coréia do Norte também realizaram seus torneios de luta livre profissional.

Em 2010, ele se tornou o primeiro japonês a ser introduzido no WWE Hall of Fame, a maior organização do mundo para personalidades de luta livre profissional. Suas grandes conquistas foram muito elogiadas em todo o mundo. 

Fontes: Sponichi, Nikkan Sports, Sankei e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Coreia do Norte lançou mais 2 mísseis balísticos neste sábado

Publicado em 1 de outubro de 2022, em Ásia

O Estado Maior Conjunto sul-coreano disse que os mísseis foram lançados de Sunan, na direção leste, perto da capital Pyongyang, entre 6h45 e 7h03.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Os mísseis parecem ter caído fora da Zona Econômica Exclusiva (EEZ) do Japão (NHK)

Autoridades das forças armadas da Coreia do Sul dizem que o Norte lançou dois mísseis balísticos de curto alcance na manhã deste sábado (1º).

Publicidade

O Estado Maior Conjunto sul-coreano disse que os mísseis foram lançados de Sunan, na direção leste, perto da capital Pyongyang, entre 6h45 e 7h03.

As forças armadas da Coreia do Sul e dos EUA estão analisando a distância de percurso e a altitude que os mísseis alcançaram.

A Coreia do Norte também disparou dois mísseis balísticos de curto alcance na direção do Mar do Japão na quarta-feira (28). Lançamentos, agora, foram conduzidos em 22 ocasiões neste ano.

Recentemente, a Coreia do Sul e os EUA realizaram seus primeiros exercícios de larga escala em cerca de 4 anos.

Nesta semana, eles realizaram exercícios conjuntos no Mar do Japão por 4 dias até a quinta-feira (29).

Na quinta-feira, a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, visitou a Zona Desmilitarizada que divide as Coreias do Norte e Sul.

Ela disse após a visita, “No Norte, vemos uma ditadura brutal, violações desenfreadas de direitos humanos e um programa ilegal de armas que ameaça a paz e estabilidade”.

Na sexta-feira (30), a Força Marítima de Autodefesa do Japão e as Marinhas dos EUA e da Coreia do Sul realizaram um exercício conjunto no Mar do Japão.

Enquanto isso, a Coreia do Norte se recusou a negociar sobre desnuclearização e vem acelerando seu desenvolvimento nuclear e de míssil. Ela adotou uma lei sobre o uso de armas nucleares no mês passado.

O líder do país, Kim Jong-un, disse em uma declaração na ocasião que seu status como estado de armas nucleares se tornou “irreversível”.

Ele também disse que Pyongyang nunca desistiria de suas armas nucleares.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância