Pluma vulcânica de uma das ilhas de Ogasawara chega a 3,5 mil metros

A ilha do Japão que aumentou de tamanho por causa das erupções constantes no passado voltou à atividade.

Pluma vulcânica da ilha que faz parte das ilhas de Ogasawara (AMJ via NTV)

Nishinoshima, uma das ilhas de Ogasawara, voltou a ter erupção pela primeira vez em cerca de um ano e dois meses.

Publicidade

As observações do satélite meteorológico Himawari confirmaram que uma erupção começou no dia 1.º deste mês e uma nuvem de cinzas vulcânicas estava subindo.

Imagem do satélite Himawari mostra pluma vulcânica da ilha em erupção (AMJ via NTV)

De acordo com a Agência de Meteorologia do Japão (AMJ), na terça-feira (11), as erupções continuam todos os dias e a altura da pluma vulcânica subiu de 2 mil metros para 3,5 mil metros.

Dependendo da direção do vento as cinzas vulcânicas podem cair nas ilhas vizinhas, algumas habitadas, como Chichijima, considerada ponto turístico com cerca de 2 mil habitantes.

Nishinoshima é uma ilha desabitada, a 130km de Chichijima, a qual continuou a se expandir desde a erupção de 2013, mas a erupção foi confirmada pela primeira vez em cerca de um ano e dois meses, desde agosto do ano passado.

Fontes: NHK e NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Nissan sairá da Rússia, vende suas operações locais em meio à guerra na Ucrânia

Publicado em 12 de outubro de 2022, em Notícias do Mundo

A medida ocorre após a montadora ter suspendido a produção em sua fábrica de São Petersburgo citando interrupções nas redes de fornecimento após a guerra na Ucrânia.

A Nissan disse que está vendendo seu negócio para um instituto de pesquisa estatal (banco de imagens)

A Nissan Motor disse na terça-feira (11) que está saindo do mercado russo, juntando-se a uma lista crescente de companhias que estão saindo do país após a invasão à Ucrânia.

Publicidade

A companhia disse que está vendendo seu negócio para um instituto de pesquisa estatal e registrará um prejuízo único de cerca de ¥100 bilhões (US$686 milhões). A montadora disse que manterá inalterada a previsão de seus lucros de ano inteiro apesar das perdas.

A medida ocorre após a montadora ter suspendido a produção em sua fábrica de São Petersburgo em março, citando interrupções nas redes de fornecimento após a guerra na Ucrânia. Sem sinal de melhora à vista, a companhia decidiu que não tem condições de retomar operações.

A Toyota disse no mês passado que estava saindo da Rússia ao encerrar produção em sua fábrica que também fica em São Petersburgo.

Já a Mazda está negociando com uma parceira local para encerrar a produção na Rússia.

A Nissan produz veículos esportivos utilitários (SUVs) e outros carros em sua fábrica de São Petersburgo. Em 2021, cerca de 45 mil unidades foram fabricadas.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros