Ucrânia: área de Kiev sofre ataque de drones kamikaze

O governador regional de Kiev, Oleksiy Kuleba, disse que o ataque ocorreu na área em torno da capital. Não ficou claro se houve alguma fatalidade.

Ilustrativa (banco de imagens)

A região da capital da Ucrânia foi atingida por drones kamikaze fabricados no Irã na manhã desta quinta-feira (13), fazendo com que serviços de resgate corressem para locais enquanto residentes acordavam com o barulho das sirenes pela quarta manhã seguida após ataque massivo e mortal da Rússia contra o país na segunda-feira (10).

Publicidade

O governador regional de Kiev, Oleksiy Kuleba, disse que o ataque ocorreu na área em torno da capital. Não ficou claro se houve alguma fatalidade.

O vice-chefe do escritório presidencial, Kyrylo Tymoshenko, disse no Telegram que “infraestruturas fundamentais” na área foram atingidas, sem fornecer mais detalhes sobre quais.

Na cidade de Mykolaiv, no sul do país, um bombardeio noturno destruiu um prédio de apartamentos de 5 andares enquanto o combate continuava ao longo da frente sul da Ucrânia.

Ataques diurnos na frente sul da Ucrânia se tornaram uma ocorrência diária, visto que forças de Kiev avançam em uma contraofensiva destinada a recapturar território ocupado pela Rússia.

Líderes do Ocidente prometeram nesta semana enviar mais armamento para a Ucrânia, incluindo sistemas de defesa aérea e armas que a Ucrânia disse serem fundamentais para vencer as forças russas.

A Ucrânia disse nesta semana que suas atuais defesas aéreas abateram dezenas de mísseis russos e drones Shahed-136, os chamados drones kamikaze, que têm representado uma papel cada vez mais mortal na guerra.

Fonte: NBC 29

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Produção de xarope é suspensa na Índia após morte de dezenas de crianças na Gâmbia

Publicado em 13 de outubro de 2022, em Sociedade

A Organização Mundial da Saúde emitiu um alerta global sobre o uso dos xaropes para tosse da Maiden ligados à morte de cerca de 70 crianças.

Ilustrativa (banco de imagens)

Autoridades da saúde na Índia ordenaram a uma fabricante de xarope para tosse que suspendesse a produção após eles terem sido ligados à morte de crianças na Gâmbia.

Publicidade

A Maiden Pharmaceuticals violou regras “por toda sua fabricação e atividades de testes”, descobriram reguladoras indianas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta global sobre o uso dos xaropes para tosse da Maiden ligados à morte de cerca de 70 crianças.

Atualmente, investigações estão em curso na Índia e na Gâmbia, país na África Ocidental.

De acordo com o alerta emitido pela OMS, os xaropes para tosse poderiam estar ligados a lesões agudas nos rins e às mortes de crianças em julho, agosto e setembro.

A OMS também alertou que os produtos “podem ter sido distribuídos, através de mercados informais, a outros países e regiões”, além da Gâmbia.

Os produtos foram identificados como Promethazine Oral Solution, Kofexmalin Baby Cough Syrup, Makoff Baby Cough Syrup and Magrip N Cold Syrup.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros