Covid: 3 províncias com elevadas taxas de ocupação de leitos

As 3 províncias com as mais elevadas taxas de ocupação de leitos são da região Kanto Koshin.

Imagem ilustrativa de profissionais da saúde em hospital de tratamento da covid (Flickr)

A Agência de Meteorologia do Japão (AMJ) informou sobre o 1.º Kogarashi, em Osaka, na segunda-feira (14).

Publicidade

Isso significa o primeiro vento do norte, o qual prenuncia a chegada do inverno, pois é forte e gelado. Chega a derrubar as folhas das árvores deixando-as desnudas. Nesse período de final de outono, nesse ponto de virada para o inverno, se formam os anticiclones migratórios e as áreas de baixa pressão. 

Pressupõe-se que o número de novos casos de infecção pelo coronavírus aumentam diariamente porque no frio as pessoas têm dificuldades para abrir as janelas a fim de promoverem a importante ventilação do ambiente.

Em 11 de outubro a média nacional de infecção a cada 100 mil habitantes estava em 142, mas a curva começou a subir e atualmente é de 402

As 3 províncias com as taxas de ocupação dos leitos mais elevadas (ANN)

Na província de Nagano, a taxa é o dobro do país, chegando a 804/100 mil habitantes, até segunda-feira (14).

Em Gunma é de 446 enquanto em Ibaraki é de 309/100 mil habitantes. Embora estejam na média do país, estão com taxa de ocupação de leitos elevada, de 45% e 44%, respectivamente, em segundo e terceiro lugares.

Mas, em Nagano, a taxa chegou a 48%, a maior do Japão, o que preocupa o governo local.

“Havia muitas pessoas infectadas na província de Nagano, nas 6.ª e 7.ª ondas, mas os números não chegaram a uma taxa tão alta em comparação com todo o país. A imunidade do rebanho é baixa, e em uma situação em que as pessoas estão se movimentando muito, a infecção aumenta”, disse Shinichiro Kanai, vice-diretor do departamento de controle de infecções do Hospital Universitário de Shinshu.

Em 24 de outubro foram 452 e atualmente chega a passar de 2,5 mil em Nagano (ANN)

Fontes: WeatherNews, News Digest e ANN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Frontier dos EUA é o supercomputador mais rápido do mundo

Publicado em 15 de novembro de 2022, em Notícias do Mundo

O Fugaku do Japão mantém o segundo lugar enquanto a China e Europa aumentam o desenvolvimento.

O Frontier foi nomeado o supercomputador mais rápido do mundo na lista Top 500 pela segunda vez consecutiva (Wikimedia Commons/OLCF at ORNL)

O supercomputador desenvolvido nos EUA, o Frontier, preservou seu título como o mais rápido do mundo em um ranking divulgado duas vezes ao ano por especialistas internacionais publicado na segunda-feira (14).

Publicidade

O Frontier, operado pelo Oak Ridge National Laboratory no Tennessee, liderou a lista Top500 com mais de 1.1 quintilhões de ciclos por segundo.

O Fugaku do Japão ficou em segundo lugar com 442 quadrilhões de ciclos por segundo. O supercomputador japonês, desenvolvido pelo instituto de pesquisa Riken e pela Fujitsu, ficou no topo 4 vezes consecutivas antes de perder para o Frontier no último ranking durante maio.

O sistema Lumi da Finlândia ficou em terceiro lugar.

A China está trabalhando em sucessores para seu Tianhe-2 e o Sunway TaihuLight, os quais lideraram a lista Top500 em um ponto, e acredita-se que tenha desenvolvido um sistema que supera o Fugaku. A Europa está investindo pesadamente em exascale e em outras tecnologias computacionais de alta performance.

Supercomputadores são uma chave para tarefas de dados intensivos, como o desenvolvimento de inteligência artificial.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros