Nagoia proibirá pessoas de andar e correr em escadas rolantes

No último ano fiscal, 125 residentes de Nagoia foram levados a hospitais devido a acidentes em escadas rolantes.

Ilsutrativa (banco de imagens)

A cidade de Nagoia (Aichi) deve se tornar a primeira grande área urbana a aprovar um decreto que proíbe andar ou correr em escadas rolantes em estações de trem e estabelecimentos comerciais.

Publicidade

A ação é destinada a prevenir contratempos em escadas rolantes, principalmente com a população em envelhecimento e a planejada realização dos Jogos Asiáticos na cidade em 2026.

O governo da província de Saitama se tornou o primeiro governo local a aprovar tal decreto em outubro de 2021.

Nenhuma penalidade será imposta sobre aqueles que não permanecerem parados nas escadas rolantes, de acordo com autoridades da cidade de Nagoia.

Entretanto, o governo da cidade está considerando obrigar as operadoras de escadas rolantes a disseminarem a conscientização sobre o decreto, assim como distribuir cartazes e adesivos com esse objetivo em mente.

A proposta de decreto será apresentada à assembleia da cidade de Nagoia que deve ser convocada em fevereiro de 2023.

O governo da cidade espera promulgar o decreto a partir de outubro que vem.

No último ano fiscal, 125 residentes de Nagoia foram levados a hospitais devido a acidentes em escadas rolantes.

Fonte: Asahi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Caso do brasileiro procurado pelo homicídio em Osaka: polícia japonesa irá ao Brasil

Publicado em 14 de novembro de 2022, em Sociedade

Os investigadores levarão a documentação já traduzida para o português e irão pedir a cooperação para a prisão do brasileiro Anderson Barbosa.

Foto do brasileiro procurado, Anderson Barbosa (polícia via Sankei)

A Polícia da Província de Osaka enviará investigadores ao Brasil nesta semana, possivelmente no sábado (19), com destino ao Paraná, onde acredita-se que o brasileiro buscado pela Interpol, Anderson Robson Barbosa, 33 anos, esteja escondido. 

Publicidade

Ele é procurado internacionalmente como suspeito do homicídio da esposa japonesa Manami Aramaki, 29 anos, e da filha Lily, 3 anos, cujo crime ocorreu no apartamento onde viviam, na cidade de Sakai (Osaka), em agosto deste ano.

Segundo a polícia, serão levados os arquivos da investigação realizada até o momento, para explicar às autoridades locais e, no futuro, buscar cooperação com vistas à solicitação da punição por procuração, o chamado dairi shobatsu (代理処罰) em japonês. Assim, ele poderá ser responsabilizado criminalmente sob a lei do Brasil.

A Polícia da Província de Osaka informou que além das explicações, os investigadores a serem enviados levarão também todo o material de investigação já traduzido para o português. Espera-se que a polícia brasileira coopere para a detenção de Barbosa.   

Anderson no aeroporto, antes do embarque para o Brasil (polícia via NHK)

Embora o brasileiro Anderson Robson Barbosa tenha declarado, via advogado, que não foi ele quem matou a sua filha, a polícia de Sakai suspeita do homicídio das duas. 

Só para relembrar, a polícia levantou que ele fugiu pelo KIX, o aeroporto de Kansai, para Narita, de onde embarcou para o Brasil na noite de 22 de agosto, dia seguinte à ocorrência. Mas, os corpos só foram encontrados depois porque o pai da vítima insistiu com a polícia não conseguir contato nem com ela e tampouco com o genro.

Fontes: NHK e Sankei 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros