‘Lei que proíbe sexo fora do casamento não afetará turismo em Bali’, dizem autoridades na Indonésia

Legisladores indonésios acrescentaram novas leis controversas ao seu código penal da era colonial, o que espalhou preocupações globais sobre direitos e privacidade no país no Sudeste Asiático.

Praia de Sanur em Bali, na Indonésia (banco de imagens)

As controversas leis sexuais da Indonésia não afetarão turistas estrangeiros que visitam Bali, confirmaram autoridades em uma declaração na segunda-feira (12).

Publicidade

“Com base em cláusulas do novo código penal indonésio, visitantes que vão a Bali ou moram lá não precisariam se preocupar”, disse o governador de Bali Wayan Koster, acrescentando que “não haveria verificações de estados civis em acomodações turísticas como hotéis, villas  pensões ou spas, ou inspeções por funcionários públicos ou grupos comunitários”.

Como a maioria de outros grandes centros de turismo em todo o mundo, Bali sofreu vasta turbulência econômica durante a pandemia de Covid.

Viajantes internacionais vêm retornado ao popular destino de férias enquanto a pandemia cessa, mas atuantes da indústria disseram anteriormente ao CNN que o novo código penal do país poderia afastar turistas estrangeiros e afetaria a reputação global da nação.

Na semana passada, legisladores indonésios acrescentaram novas leis controversas ao seu código penal da era colonial, o que espalhou preocupações globais sobre direitos e privacidade no país no Sudeste Asiático.

Anteriormente, autoridades disseram que o novo código penal, que proíbe adultério, morar junto antes do casamento e apostasia*, também se aplicaria a residentes estrangeiros e turistas.

É seguro dizer que turistas em Bali não serão afetados pelas novas leis, mas para centenas de milhões de indonésios, a realidade continua preocupante.

*Apostasia significa a ação de renegar algo, normalmente relacionado com a renúncia de uma religião ou da fé religiosa.
Fonte: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Segunda-feira: 62 mil novos casos de coronavírus no Japão

Publicado em 12 de dezembro de 2022, em Sociedade

Na segunda-feira é normal que os números sejam baixos, mas as províncias mais populosas tiveram resultados superiores aos da semana anterior.

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 26.132.159 testados positivo para o novo coronavírus na segunda-feira (12), aumentando a soma cumulativa para 62.336 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

Nos aeroportos foram 4 passageiros, totalizando 22.602 nesta epidemia.

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 7.044
  2. Kanagawa: 4.686
  3. Hiroshima: 3.358
  4. Osaka: 3.356
  5. Saitama: 3.171

São 409 pacientes em estado grave, em tratamento da covid no país, tanto na UTI quanto necessitando de ventilação mecânica, 23 a mais do que no domingo.

O dia teve 127 óbitos pela covid, elevando a soma cumulativa para 51.829 mortes nesta epidemia.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 2.280
Tohoku
Aomori 752
Iwate 720
Miyagi 2.058
Akita 375
Yamagata 493
Fukushima 1.185
Kanto
Ibaraki 2.698
Tochigi 929
Gunma 896
Saitama 3.171
Chiba 2.902
Tóquio 7.044
Kanagawa 4.686
Hokuriku
Niigata 1.411
Toyama 376
Ishikawa 528
Fukui 395
Koshin
Yamanashi 518
Nagano 976
Tokai
Gifu 1.127
Shizuoka 1.851
Aichi 2.307
Mie 1.585
Kinki
Shiga 574
Quioto 658
Osaka 3.356
Hyogo 2.309
Nara 416
Wakayama 597
Chugoku
Tottori 517
Shimane 415
Okayama 1.036
Hiroshima 3.358
Yamaguchi 661
Shikoku
Tokushima 236
Kagawa 451
Ehime 669
Kochi 289
Kyushu
Fukuoka 1.722
Saga 395
Nagasaki 401
Kumamoto 838
Oita 793
Miyazaki 516
Kagoshima 534
Okinawa 332
TOTAL GERAL 62.336

Fontes: MHLW e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros