Mulher é encontrada morta em hotel de Nagoia

Como já tinha passado a hora do check-out, um funcionário foi verificar o apartamento quando encontrou a hóspede imóvel sobre a cama.

Hotel onde a mulher foi encontrada morta no apartamento (CBC TV)

Segundo a polícia, pouco depois do meio-dia de terça-feira (6), uma hóspede foi encontrada desfalecida em um hotel classificado como business, em Naka-ku Higashi Sakura 2 chome, na cidade de Nagoia (Aichi).

Publicidade

O Corpo de Bombeiros foi chamado para socorrê-la, depois que um funcionário a encontrou ao revistar o apartamento porque ela não fez o check-out, bem depois do horário estabelecido. 

A equipe de paramédicos confirmou que estava morta e deve ter idade na faixa dos 20 anos. 

O corpo estava sobre a cama, aparentemente sem traumas perceptíveis, mas a polícia o encaminhou para exame médico-legal. 

Também abriu investigação para elucidar essa ocorrência, com possibilidade de ter sido envolvida em algum incidente e tratar de identificá-la

Fontes: Tokai TV e CBC TV 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Daikon, o alimento imprescindível para saúde e beleza

Publicado em 6 de dezembro de 2022, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Daikon é para quem quer melhorar a saúde de forma geral, incluindo aumentar a imunidade, a beleza, a combater vírus e bactérias, o kafunsho e muito mais!

Daikon recém-colhido e lavado (Wikimedia)

O rabanete branco japonês conhecido no mundo como daikon, o que significa grande raiz, é um vegetal típico de inverno, altamente nutritivo e de baixa caloria. Tudo nele pode ser aproveitado, das folhas à raiz. 

Publicidade

É um vegetal que se vê nos supermercados e quitandas o ano todo. Mas, no inverno, essa raiz fica mais suculenta e mais doce, com pouca parte picante. A parte mais perto das folhas é doce e a quanto mais se aproxima da extremidade da raiz é picante. Por isso, dá para dividir as partes para o preparo dos pratos e seus fins.

As folhas são levemente picantes, como a extremidade da raiz e a parte perto do talo é mais doce (Flickr)

Propriedades do daikon

É riquíssimo em fibras, vitamina C (mas tem outras do complexo B e A) e minerais importantes como potássio, magnésio, cobre, cálcio, entre outros. Por isso, não pode faltar nas refeições, ainda mais no inverno, para ser ingerido cru ou cozido. 

Daikon cru e seus benefícios

A raiz ralada é chamada de daikon oroshi, a qual tem ação bactericida e previne intoxicações alimentares. Além disso, contém enzimas chamadas diástase, que decompõe o amido, as proteínas e a gordura. Por isso, é tão importante.  

Já reparou que os restaurantes costumam servir uma porção de daikon ralado junto com um peixe assado, frango frito, um bife empanado ou tempura? Tem um motivo: ajuda quem come demais ou sente o estômago pesado, pois contém propriedades que auxiliam na digestão e regulam o funcionamento do estômago.

Hambúrguer com topping de daikon oroshi (Flickr)

Além de tudo isso, o daikon ingerido cru, preferencialmente com a casca bem lavada, ajuda o fígado e os rins, principalmente quem sofre com cálculo renal. 

Pode-se esperar que o ingrediente pungente isotiocianato tenha vários efeitos, como o de aumentar o metabolismo basal e a riqueza de potássio que elimina o inchaço e a fibra alimentar que leva à melhora dos movimentos intestinais.

Tem o efeito de ativar os glóbulos brancos que matam bactérias ruins que entraram no corpo e aumentam a imunidade. As pessoas que comem regularmente o daikon são menos propensas a sofrer de doenças infecciosas. Como é riquíssimo em vitaminas, ajuda as pessoas a manterem um bom nível delas no organismo, sem sofrer de hipovitaminose.

Também tem efeito antiinflamatório e analgésico, por isso pode ser usado não só para prevenir doenças, mas também para melhorar os sintomas quando se pega um resfriado. Também se pode comê-lo cru, ralado, quando estiver com dor de garganta, pois ajuda a limpá-la e melhorar a dor. 

O daikon ajuda no tratamento das doenças respiratórias, desde que consumido cru, na forma de suco ou ralado. Ajuda a mandar a tosse embora e acalma o processo inflamatório.

Por ser rico em minerais, o daikon ajuda as pessoas com indisposição física, com fadiga e também a reduzir os efeitos do estresse.

Convém preparar o corpo no inverno para não sofrer com a polinose ou kafunsho. O daikon ingerido cru é excelente para as doenças alérgicas por causa da diástase e do glucosinolato.

Além de tudo isso, ainda ajuda as pessoas com diabetes, as que querem baixar o peso, que querem manter o coração em dia, a melhorar o sono, também a beleza da pele, cabelos e unhas. 

Mulher ralando o daikon para fazer oroshi (Wikimedia)

Se não gosta do seu sabor pode comprar a conserva japonesa chamada daikon no otsukemono. Como é fermentado não perde suas propriedades curativas. Desta forma, a ação bactericida do rabanete daikon exerce forte efeito. 

Sugestões de preparo do daikon cru

Salada com pedaços de daikon e cenoura cozidos (Flickr)

  • Daikon oroshi: basta ralar usando um ralador bem fino
  • Salada: combina com folhas como alface, também com tomate, cebola, pepino, cenoura ralada, atum enlatado, camarão, aspargos, salsão, manga, abacaxi e outros
  • Xarope: pegue uns 3cm de daikon, corte em cubos de 1cm, coloque dentro de um vidro higienizado e cubra com mel. Quando o líquido do daikon se misturar ao mel um ou 2 dias depois, basta tomar uma colher de sopa 3 vezes ao dia e adeus dor de garganta, resfriado e gripe 

Daikon na culinária quente

Aquecer o daikon torna-o mais doce e fácil de comer, tanto que é popular nos pratos de inverno como os cozidos (nabe ryouri), entre eles o oden.

Daikon no oden indicado pela seta vermelha (Wikimedia)

O aquecimento reduz o sabor pungente do isotiocianato e, inversamente, aumenta seu efeito antioxidante. As fibras dietéticas após o aquecimento melhoram o ambiente intestinal e desintoxicam.  

Há também uma forma tradicional de comida preservada chamada kiriboshi daikon. Como o nome sugere, o daikon é cortado e seco para remover a água, mas no processo de evaporação da água, os nutrientes como potássio, cálcio, magnésio, ferro, zinco e manganês, que são bons para o corpo no inverno, aumentam significativamente o sistema imune. Além disso, o teor de niacina, que dizem ser bom para prevenir irritações e depressão, também aumenta quando preparado no fogo.

O kiriboshi daikon (切り干し大根) pode ser encontrado nos supermercados e pode ser introduzido na cozinha do dia a dia, no missoshiru e nos cozidos com outros vegetais.

Pratos quentes com daikon

Daikon é um dos ingredientes do tonjiru (Wikimedia)

  • Cozidos como oden, com peixe, frango, carne de porco e vegetais
  • Ensopado com carne de porco
  • Sopa, incluindo tonjiru, e missoshiru 

Folhas de daikon

Se encontrar daikon com suas folhas frescas, lave-as bem e pode usar para fazer refogados. São muito nutritivas quanto a raiz.

Que tal incorporar ainda mais o daikon nas suas refeições?  Basta duas ou 3 vezes por semana para aumentar a imunidade e passar um inverno mais tranquilo, com o corpo fortalecido. Além disso, prepara o corpo para evitar a polinose antes da primavera. 

Fontes: Toyokeizai, Kokokara, Tokubai e Shufoo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros