Nevasca no Japão dificulta a vida das pessoas

Por causa da nevasca ocorreram apagões, paralisações nas rodovias, acidentes e atrasos nas entregas das encomendas.

A nevasca passou mas o acúmulo ficou e começa a retirada, em Okura, vilarejo de Yamagata (NTV)

A nuvem de neve deu uma trégua no Japão, na terça-feira (20), mas deixou marcas. Em dois dias foram registrados níveis recordes de acúmulo de neve nas regiões Hokuriku e Tohoku. 

Publicidade

No vilarejo de Okura (Yamagata) a nevasca foi intermitente, cobrindo o local com mais de 1 metro na segunda-feira (19), deixando um acúmulo de 2,31 metros.

Além disso, em um único dia o acúmulo foi de 1,87 metro na cidade de Uonuma (Niigata) e de 1,55 em Tadami (Fukushima). Ainda assim, as crianças foram para a escola, mesmo levando escorregões no trajeto. 

Os habitantes desses locais se empenham para remover a neve acumulada nos telhados para que não ocorra o desabamento das casas com o peso sobre os telhados. As autoridades pedem muito cuidado porque costuma ocorrer acidentes

Não é possível comprar uma bebida quente porque o receptor está fechado pela neve em Yamagata (ANN)

Na província de Niigata muitos cabos de eletricidade foram rompidos pelas árvores que caíram e até a manhã de terça-feira (20) o apagão continua em 17,8 mil residências e pontos comerciais, incluindo outras 5 províncias da região Tohoku.

O apagão começou em pequena escala em Niigata no domingo e aumentou na segunda-feira. Com temperaturas muito baixas nesses locais, a população sem energia elétrica não pode sequer ligar o ar-condicionado ou cozinhar se tem cooktop elétrico. 

Encomendas atrasadas

Caminhão tombado em Fukushima (ANN)

Por causa das paralisações nas rodovias de Niigata, os serviços de entrega de encomendas e abastecimento dos supermercados tiveram atraso.

Uma das queixas dos motoristas presos nesses engarrafamentos foi a falta de informação pelo rádio. Além disso, foram vistos caminhões tombados por terem derrapado nas rodovias.  

A Japan Automobile Federation (JAF), serviço de socorro aos motoristas, informou que em Niigata o tempo de espera é de 2 dias, tamanho o número de pedidos. 

Fontes: ANN, NTV e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Novamente, DoCoMo teve uma falha em parte do país

Publicado em 20 de dezembro de 2022, em Tecnologia

Ocorreu uma falha de comunicação da operadora DoCoMo, afetando parte dos usuários, na terça-feira.

Placa da operadora DoCoMo (JNN)

A operadora NTT DoCoMo informou na madrugada, por volta da 1h de terça-feira (20), que a comunicação de dados ficou fora de serviço para uma parte dos seus usuários da grande região oeste do Japão.

Publicidade

Essa grande região oeste abrange a área que vai das províncias de Hokuriku, Aichi até Kyushu e Okinawa.

Essa falha de comunicação, segundo a operadora, foi causada por um problema no servidor chamado modo sp, por isso parte dos usuários não pode usar a internet.

Mas, não houve nenhum impacto nas chamadas telefônicas.

Segundo a operadora DoCoMo o problema foi restabelecido por volta das 3h10. Os usuários que ainda estão com dificuldade podem ligar e desligar o smartphone ou colocá-lo temporariamente no modo avião e depois cancelá-lo.

Em relação à NTT DoCoMo, ocorreu uma falha de comunicação por cerca de 5 horas na grande região oeste do Japão em 17 deste mês.

Fontes: divulgação e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros