China critica outros países por regras de viagem ‘excessivas’ relacionadas à Covid

Pequim ameaça contramedidas em resposta à crescente lista de nações que estão endurecendo regras sobre seus passageiros.

Passaporte chinês (banco de imagens)

Recentemente, Pequim criticou exigências de testes de coronavírus impostas para passageiros da China e ameaçou ação contra países envolvidos.

Publicidade

“Acreditamos que restrições de entrada adotadas por alguns países visando a China não têm base científica, e algumas práticas excessivas são ainda mais inaceitáveis”, disse a porta-voz do Ministério de Relações Exteriores Mao Ning em uma coletiva de imprensa.

“Somos firmemente opostos a tentativas de manipular medidas da Covid para propósitos políticos e tomaremos contramedidas baseadas no princípio de reciprocidade”.

Os comentários foram os mais significativos até hoje sobre a questão, enquanto Austrália e Canadá se juntaram nesta semana a uma crescente lista de países os quais exigem que viajantes da China realizem testes antes de embarcarem em seus voos.

A China está vivenciando um surto a nível nacional de coronavírus após relaxar abruptamente restrições que estavam em vigor por causa da pandemia.

Outros países incluindo EUA, Reino Unido, Índia, Japão e várias outras nações europeias anunciaram medidas mais rigorosas sobre viajantes da China em meio a preocupações com uma falta de dados em relação a infecções no país no leste asiático e temores de uma possibilidade de que novas variantes possam surgir.

A China, que em grande parte da pandemia adotou uma estratégia “Covid zero” que impôs restrições pesadas destinadas a deter o vírus, relaxou de forma abrupta essas medidas em dezembro.

Anteriormente, autoridades chinesas disseram que a partir de 8 de janeiro viajantes não precisariam mais fazer quarentena ao chegar na China, abrindo o caminho para que residentes chineses viajassem para fora.

Fonte: The Guardian

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Terça-feira: quase 90 mil novos casos de coronavírus no Japão

Publicado em 3 de janeiro de 2023, em Sociedade

Foram confirmados 89.643 casos de coronavírus e 223 mortes no dia 3.

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 89.643 testados positivo para o novo coronavírus na terça-feira (3). Nos aeroportos, foram confirmados 84 casos.

Publicidade

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 9.628
  2. Osaka: 6.355
  3. Aichi: 4.850
  4. Kanagawa: 4.828
  5. Saitama: 4.162

São 602 pacientes em estado grave, em tratamento da covid no país, tanto na UTI quanto necessitando de ventilação mecânica, 7 a mais do que no dia anterior.

O dia teve 223 óbitos pela covid, elevando a soma cumulativa para 57.994 mortes nesta epidemia.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 2.235
Tohoku
Aomori 696
Iwate 932
Miyagi 1.903
Akita 440
Yamagata 498
Fukushima 1.372
Kanto
Ibaraki 1.498
Tochigi 1.347
Gunma 1.182
Saitama 4.162
Chiba 4.088
Tóquio 9.628
Kanagawa 4.828
Hokuriku
Niigata 1.070
Toyama 635
Ishikawa 827
Fukui 528
Koshin
Yamanashi 738
Nagano 1.318
Tokai
Gifu 2.169
Shizuoka 2.841
Aichi 4.850
Mie 1.127
Kinki
Shiga 1.162
Quioto 1.723
Osaka 6.355
Hyogo 2.874
Nara 858
Wakayama 1.155
Chugoku
Tottori 749
Shimane 693
Okayama 1.429
Hiroshima 2.917
Yamaguchi 1.713
Shikoku
Tokushima 482
Kagawa 1.021
Ehime 1.725
Kochi 753
Kyushu
Fukuoka 3.352
Saga 1.048
Nagasaki 1.163
Kumamoto 2.146
Oita 1.503
Miyazaki 1.685
Kagoshima 1.449
Okinawa 776
TOTAL GERAL 89.643

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Aprenda NIHONGO com o Kumon!