Trabalhadores brasileiros continuam no topo em Shiga

A província de Shiga teve recorde de trabalhadores estrangeiros, com aumento de 11% e também de empresas empregadoras.

Mapa da província de Shiga, em amarelo (Wikimedia)

O total de residentes estrangeiros na província de Shiga é de 36.158 pessoas, conforme os dados fechados em 31 de dezembro de 2022, sendo que os brasileiros ocupam a primeira posição, com 9.281 ou 26% do total. 

Publicidade

Uma boa parte (1.680) mora em Higashiomi, seguida de Koka (1.666), Nagahama (1.638), Konan (1.504), entre outras com menor número. 

Segundo a divulgação da Delegacia de Trabalho de Shiga, os brasileiros continuam no topo do total de trabalhadores estrangeiros com 7.449, o que representa 32%.

Os dados foram fechados em 30 de outubro de 2022, os quais mostram os vietnamitas em segundo, com 5.940 trabalhadores. E em terceiro estão os chineses com 2.460 trabalhadores. 

Os peruanos representam 5% da mão de obra estrangeira, com 1.138 pessoas.

Os brasileiros, filipinos e peruanos têm visto de residência permanente ou de longo prazo. No caso dos trabalhadores brasileiros e peruanos esse índice chega a 99,7%.

A província de Shiga registrou recorde de trabalhadores estrangeiros, somando 23.096 pessoas, mas também de empresas que empregam mão de obra que vem de fora, com 2.215, o que mostra aumento de 5%.

Fontes: Chunichi, MHLW e Gov. Shiga

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Shimane: trabalhadores brasileiros continuam no topo

Publicado em 20 de fevereiro de 2023, em Sociedade

A província de Shimane renovou o recorde de trabalhadores estrangeiros, embora o número de brasileiros tenha sofrido leve queda.

Icônico santuário xintoísta Izumo Taisha, na cidade de Izumo, província de Shimane (Flickr)

A Delegacia de Trabalho de Shimane fechou os dados anuais dos trabalhadores estrangeiros na província em 30 de outubro de 2022 e a divulgou recentemente,

Publicidade

Teve um leve aumento de 0,5% fechando com 4.613 trabalhadores estrangeiros, com os brasileiros e vietnamitas no topo.

  1. Brasileiros: 1.364, com queda pois em 2021 eram 1.431
  2. Vietnamitas: 1.120, com queda pois em 2021 eram 1.204
  3. Chineses: 600

Por status de residência, os residentes permanentes e com visto de residência de longo prazo foram os mais representativos, com 2.002, seguidos pelos estagiários técnicos, com 1.549 trabalhadores.

Além disso, o número de empresas que empregam trabalhadores estrangeiros aumentou para 814, um índice de 4,6% comparado ao ano anterior e o mais elevado de sempre.

Por segmento, a indústria de manufatura tem o maior número de locais de trabalho com 212, seguida por atacado e varejo com 117 e construção com 100.

“A grave escassez de mão de obra continua, e o número de empresas que empregam trabalhadores estrangeiros está aumentando ano a ano. Espera-se que haja mais aumento de frentes de trabalho para os estrangeiros”, disse um porta-voz da Delegacia de Trabalho de Shimane.  

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!