Página excluída do sistema

A página solicitada foi movida ou excluída

Desculpe, a página solicitada foi excluída do sistema... Por diversos motivos, alguns conteúdos são excluídos após algum tempo.

As seções principais do Portal Mie (clique para abrir):

- HOME - página inicial

- NOTÍCIAS DO JAPÃO E DO MUNDO

- EMPREGOS NO JAPÃO

- EVENTOS E FOTOS PORTAL MIE

- MAGAZINE PORTAL MIE

- AGENDA DE EVENTOS

Por favor utilize a busca do Portal Mie para encontrar outros itens com este mesmo tema.

Publicidade

+ lidas agora

> >

--

Putin diz para Jinping: ‘discutiremos seu plano para encerrar a guerra na Ucrânia’

Publicado em 21 de março de 2023, em Notícias do Mundo

A China divulgou um plano no mês passado para acabar com a guerra, incluindo ‘cessar hostilidades’ e retomar negociações de paz.

O presidente chinês Xi Jinping chegou à Rússia na segunda-feira, 21 de março (NHK)

Vladimir Putin disse que discutirá o plano de 12 pontos de Xi Jinping para “resolver a crise grave na Ucrânia”, durante uma visita altamente antecipada a Moscou pelo presidente chinês.

Publicidade

“Estamos sempre abertos a um processo de negociação”, disse Putin, enquanto os líderes chamaram um ao outro de “querido amigo”.

A China divulgou um plano no mês passado para acabar com a guerra, incluindo “cessar hostilidades” e retomar negociações de paz.

Mas na sexta-feira (17), os EUA alertaram que o plano de paz poderia ser uma “tática de atraso”.

“O mundo não deve ser enganado por qualquer ação tática pela Rússia, apoiada pela China ou qualquer outro país, para congelar a guerra em seus próprios termos”, disse o secretário de estado dos EUA Antony Blinken.

O plano da China não diz especificamente que a Rússia deve se retirar da Ucrânia, o que o país assolado pela guerra insiste ser uma pré-condição para quaisquer negociações.

Ao invés disso, o plano chinês falou sobre “respeitar a soberania de todos os países”, acrescentando que “todos os partidos devem se manter racionais e exercer contenção” e “abrandar gradualmente a situação”.

O medo em Kiev é de que o suporte da China para a Rússia, que atualmente é baseado em torno de tecnologia e comércio, pode se tornar militar.

“Se a China avançar para fornecer abertamente armas para a Rússia, isso efetivamente tomará parte no conflito no lado do agressor”, disse Oleksiy Danilov, secretário da Segurança Nacional da Ucrânia e Conselho da Defesa.

Estava nos interesses de Pequim estabilizar a relação com a Rússia, com a qual ela compartilha uma fronteira de 4,3 mil quilômetros, disse Yu Jie, pesquisadora sobre a China na Chatham House.

A Rússia é uma fonte de petróleo para a enorme economia de Pequim, e é vista como parceira em confrontar os EUA.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!