Drama da estudante, filha de brasileiro que faleceu, nascida e criada no Japão, sem visto

Filha de brasileiro, o qual faleceu, sem visto de residência, se livrou de ser detida e deu entrada da petição de permanência no Japão.

Foto meramente ilustrativa de visto de permanência no Japão (Flickr)

Uma estudante de 17 anos, do terceiro ano colegial, nascida e criada no Japão, sem visto de permanência, residente em Nagano, foi temporariamente libertada da detenção na quarta-feira (17).

Publicidade

Esteve na sucursal da Agência dos Serviços de Imigração de Tóquio para encaminhar uma solicitação de permanência ao Ministro da Justiça do Japão, Ken Saito. Sem resposta clara, foi concedida a liberação provisória, chamada de karihomen, por 3 meses.

A estudante, em companhia de sua mãe, tailandesa, 49 anos, e do escrivão administrativo 竹内波美男, 70, de Ueda (Nagano), que apoia a família, compareceram ao departamento responsável para a solicitação da permanência especial de residência. A petição foi apresentada junto com o pedido de extensão da liberação provisória.

Na petição manuscrita, a estudante explicou que pretende ingressar em uma escola técnica, mas sem o visto de permanência, não tem possibilidade de obter o financiamento estudantil, tampouco fazer arubaito.

Pai, brasileiro, faleceu

Em janeiro, o pai da estudante, o único da família que possuía o visto de residência, brasileiro, sansei, faleceu, o que dificultou a vida da família.

À esq. a estudante e à dir. a mãe, ambas em frente à Imigração de Tóquio (Shinmai)

O irmão mais novo de 14 anos, aluno do terceiro ano ginasial, também está sob liberação provisória. “Espero poder viver uma vida normal em breve e que meu falecido pai possa nos ver com paz de espírito”, escreveu a estudante na petição. O oficial da Imigração disse que levará em consideração as circunstâncias.

Na terça-feira (16), Saito, o ministro da Justiça, proferiu que “tem elevado interesse” em proteger as crianças estrangeiras sem status de residência, diante da Comissão de Justiça da Câmara dos Representantes.

Em resposta a essa declaração, o escrivão administrativo responsável pelo caso disse: “Este é um momento de ingresso nas escolas. Sinto muito dó de ver a situação de instabilidade desses dois irmãos”. Por isso, pede que seja concedido o visto especial de residência imediatamente.

Fonte: Shinmai

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Empresas estrangeiras de semicondutores injetam ¥2 trilhões no Japão

Publicado em 19 de maio de 2023, em Sociedade

Kishida pede mais investimento na tentativa de aumentar a segurança econômica da região.

Fumio Kishida com executivos de principais de empresas de chips do mundo em reunião realizada em Tóquio (Nikkei)

A reunião do primeiro-ministro japonês Fumio Kishida na quinta-feira (18) com executivos de fabricantes de chips globais destacou uma enxurrada de atividades no país que trouxe mais de ¥2 trilhões (US$14 bilhões) em planos de investimento anunciados desde 2021.

Publicidade

Os investimentos por fabricantes dos EUA, Europa, Coreia do Sul e Taiwan ocorrem em meio a um esforço por parte do governo japonês de estabelecer redes de fornecimento de chips com parceiros que têm valores compartilhados.

O Japão espera garantir um fornecimento estável de componentes fundamentais sem depender da China e aumentar a segurança econômica da região.

O CEO da Micron Technology disse ao site Nikkei que a fabricante de chips americana planeja investir até ¥500 bilhões no Japão ao longo dos próximos anos, incluindo uma linha de produção para chips de memória de ponta em sua planta na província de Hiroshima.

A Applied Materials busca contratar 800 engenheiros no Japão e aumentar seu efetivo geral local em 60%, disse ao site Nikkei o presidente do grupo de semicondutores Prabu Raja.

A fornecedora de equipamentos para fabricação de chips está expandindo sua pegada no país em preparação para projetos como uma planta da Rapidus, que tem suporte do governo japonês, que visa produzir chips de próxima geração.

A IMEC da Bélgica, uma companhia global de pesquisa e desenvolvimento de semicondutores, disse que tem a intenção de estabelecer um centro em Hokkaido para apoiar a Rapidus.

A Samsung Eletronics investirá mais de ¥30 bilhões em uma nova instalação de desenvolvimento de chips em Yokohama (Kanagawa).

Espera-se que esses planos ajudem não apenas o Japão a garantir uma rede estável de fornecimento de chips, mas também dar um impulso às economias locais. A província de Kumamoto, onde a TSMC está construindo sua nova planta, deverá ter um estímulo de ¥4,3 trilhões ao longo de 10 anos, de acordo com estimativa de uma empresa do setor privado.

O governo japonês vem focando no desenvolvimento da indústria de chips do país desde 2021, quando o Ministério da Economia, Comércio e Indústria divulgou sua estratégia de semicondutores.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!