Nova espécie de sakura é descoberta

Acredita-se que a Kumano-zakura esteja distribuída nas províncias de Wakayama, Nara e Mie.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Kumano-zakura, fotografada em Kushimoto (Wakayama), em março de 2017 (Instituto de Pesquisa de Produtos Florestais via Asahi)

Um botânico disse que identificou uma nova espécie de sakura na Península de Kii que, se verificada, será a primeira a ser descoberta na natureza em cerca de um século.

Publicidade

Acredita-se que a Kumano-zakura, que tem floração antecipada, esteja distribuída nas províncias de Wakayama, Nara e Mie ao longo de uma área que mede 90 quilômetros de norte a sul e 60 quilômetros de leste a oeste.

Toshio Katsuki, de 50 anos, que lidera a equipe de preservação de cerejeiras no Jardim de Ciência Florestal de Tama, que pertence ao Instituto de Pesquisa de Produtos Florestais em Tóquio, afiliado ao governo, apresentou os resultados de seu estudo na província de Wakayama em janeiro.

“A Kumano-zakura tem pétalas com cores mais profundas, que fazem as árvores parecerem mais brilhantes quando estão no auge”, disse ele.

Se a Kumano-zakura for classificada como uma espécie distinta ao invés de variedade de uma já conhecida, ela será o primeiro exemplo desde os anos 1910 quando espécies de sakura, incluindo a Oshima-zakura foram estabilizadas, disse Katsuki.

Katsuki apresentou um documento a um jornal em língua inglesa da Sociedade Japonesa para Sistematização de Plantas, o qual ele espera ser publicado até o final deste ano.

Fonte: Asahi
Imagem: Asahi, Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão abrirá mais as portas para profissionais estrangeiros

Publicado em 21 de fevereiro de 2018, em Sociedade

Mesmo com avanços tecnológicos e maior participação de mulheres e idosos, muitas áreas enfrentam escassez de trabalhadores qualificados.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Programa expandido de visto trará mais trabalhadores a campos que enfrentam escassez de mão de obra (imagem ilustrativa)

O Japão está trabalhando para aceitar mais estrangeiros com qualificação, visando áreas que estão enfrentando escassez de mão de obra mesmo com avanços tecnológicos e maior participação de mulheres e idosos.

Publicidade

O primeiro-ministro Shinzo Abe vai instruir agências relevantes em uma reunião do conselho econômico para considerar medidas a fim de aumentar a contratação de estrangeiros. A meta é incorporar as medidas na estratégia de crescimento do governo que deve ser lançada no início de junho.

Trabalhos que necessitam de mais pessoas

A revisão das leis da imigração é uma possibilidade. O Japão, agora, concede 18 classes de permissão para trabalho, a maioria das quais são para profissionais altamente qualificados como médicos e professores. Um grupo de ação sob a secretaria do gabinete determinará quais outros trabalhos necessitam de mais pessoas e vai adicioná-los à lista.

Além disso, também haverá facilitação para obter um dos 18 tipos existentes de permissões de trabalho ao flexibilizar as exigências. Ainda não está claro quais categorias específicas que poderiam ser expandidas, mas campos cuja escassez de mão de obra é persistente, como cuidados de enfermagem e agricultura, são possíveis candidatos.

Em 2017, cerca de um milhão de estrangeiros trabalharam no Japão

Cerca de 1,28 milhão de estrangeiros trabalharam no Japão ano passado, de acordo com o governo. Desde 2012, tal número cresceu de 1,1% para 2% na força de trabalho da nação. Contudo, grande parte do aumento veio de estudantes que trabalhavam meio período e de estagiários técnicos, não aqueles que vieram ao Japão especificamente para trabalhar.

O governo está focado em aumentar o número de trabalhadores estrangeiros qualificados no Japão. Enquanto nos EUA, Reino Unido e Alemanha a população em idade de trabalho tem aumentado na última década, no Japão o efeito é contrário.

Trabalhadores estrangeiros são fundamentais para manter a vitalidade econômica do país, visto que a população encolhe cada vez mais.

Fonte: Nikkei
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância