Kim Jong-un tomou decisão para desnuclearizar e reconstruir economia

Tentativa de melhorar a relação da Coreia do Norte com os EUA e estimular o desenvolvimento econômico.

Muitos especialistas estão céticos sobre as reais intenções da Coreia do Norte

O líder norte-coreano Kim Jong-un tomou uma decisão consciente para desnuclearizar, em uma tentativa de melhorar a relação do país com os EUA e estimular o desenvolvimento econômico, disse ao jornal Mainichi uma fonte próxima à liderança de Pyongyang.

Publicidade

A decisão de se livrar das armas nucleares, criadas após décadas de desenvolvimento, ocorreu com a percepção de Kim que o arsenal é inutilizável, mas especifica um custo muito alto nos cofres estatais da Coreia do Norte, enquanto o país é forçado a enfrentar as sanções internacionais, explicaram as fontes.

“Agora, o querido respeitado Marshal (Kim Jong-un) tomou a decisão drástica de mudar de atitude em torno da relação com os EUA e reconstruir a economia”, disse a fonte. Kim se encontrará com o presidente Donald Trump em Singapura no dia 12 de junho para discutir o desarmamento nuclear da península coreana.

A reviravolta de Kim sobre desenvolvimento nuclear estava, talvez, por trás de uma surpresa observação do embaixador Hang Tae Song da Coreia do Norte à sede europeia das Nações Unidas em Geneva no dia 15 de maio.

“A descontinuação de testes nucleares é um processo importante para o desarmamento global, e a Coreia do Norte se juntará ao desejo internacional e esforços para uma total interrupção de testes nucleares”, disse Hang. Essa declaração implicou que Pyongyang está disposta a ratificar o Tratado de Proibição de Teste Nuclear, o qual proíbe signatários de conduzir testes nucleares de qualquer tipo.

Entretanto, especialistas de não proliferação nuclear recomendam cautela. Eles salientam que o embaixador se referiu a somente “desarmamento” e não afirmou claramente que as armas nucleares seriam eliminadas.

Muitos especialistas estão céticos sobre as reais intenções da Coreia do Norte. Armas nucleares são o único poder real do país para ter garantia de segurança dos EUA, a qual o regime de Kim está motivado a conseguir.

Fonte: Mainichi
Imagem: Banco de imagens

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Tripulante da JAL tomou cerveja durante voo

Publicado em 7 de junho de 2018, em Sociedade

O Ministério da Terra, Infraestrutura e Transportes repreendeu a JAL depois de saber que um tripulante tomou cerveja durante o voo do Havaí para Osaka.

A JAL foi repreendida e o comissário também (JAL)

A companhia Japan Airlines-JAL e o Ministério da Terra, Infraestrutura e Transportes, anunciaram a ocorrência de um ato não permitido durante o voo.

Publicidade

Em 23 do mês passado um comissário de bordo, na faixa dos 20 anos, teria sido flagrado por um passageiro. Ele entrou no banheiro com uma lata de cerveja durante o voo do Havaí com destino ao Aeroporto Internacional de Kansai (Osaka).

Na investigação interna ele teria confessado o ato. “Tomei uma lata de cerveja para poder dormir bem durante o intervalo de descanso”, teria dito. E mais, pensou que não seria visto já que estava escuro.

A legislação prevê que a tripulação está proibida de ingerir bebida alcoólica desde 12 horas antes do voo. Essa medida de segurança é para garantir que estejam aptos a realizar atividades de evacuação em caso de emergência.

A JAL informou que considera aplicar pena administrativa severa como interrupção da atividade.

Por sua vez foi advertida por escrito pelo ministério nesta quinta-feira (6).

No ano retrasado um piloto da JAL foi preso por agressão. Ele estava alcoolizado antes de entrar no avião.

A companhia aérea informou que tomará medidas de prevenção da recorrência.

Fontes: FNN e NHK 
Foto: divulgação 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Empregos no Japão - HUMAN