Fabricante japonesa cede 1 milhão de máscaras ao governo

Governo as comprou para enviar a Hokkaido, onde há o maior número de pacientes sendo tratados pela infecção do novo coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Máscaras (arquivo da NHK)

A Iris Ohyama, fabricante com matriz em Sendai (Miyagi), vendeu 1 milhão de máscaras a pedido do governo para serem enviadas para Hokkaido, província com maior número de pacientes. Até a manhã de quinta-feira (5) são 82 pessoas infectadas.

Publicidade

O governo emitiu uma instrução baseada na lei, para a associação dos fabricantes na terça-feira (3), a fim de pedir que cedessem máscaras. Assim, a Iris Ohyama, que fabrica entre outros produtos, esse escasso, despachou centenas de caixas de sua unidade de logística em Kakuda (Sendai) na quarta-feira (4).

Elas foram enviadas diretamente para Hokkaido onde as prefeituras farão distribuição para os residentes a fim de conter a disseminação do novo coronavírus e resolver parcialmente a escassez de máscaras.

Essa empresa tem duas fábricas na China – Dalian e Suzhou, com produção 24 horas e aumentou o volume de fabricação para 5 vezes mais para atender à demanda interna.

Fontes: Nikkei e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Fundador do Grupo Alibaba doa 1 milhão de máscaras ao Japão

Publicado em 5 de março de 2020, em Sociedade

A ação é vista como uma medida de retorno após o Japão ter oferecido amplo suporte à China por causa do surto do vírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Doação de 1 milhão de máscaras (ilustrativa/PM)

Uma fundação administrada pelo fundador do Grupo Alibaba Jack Ma doou 1 milhão de máscaras ao Japão em 3 de março para prevenir a propagação do novo coronavírus.

Publicidade

A ação é vista como uma medida de retorno após o Japão ter oferecido amplo suporte à China por causa do surto do vírus. O magnata chinês do e-commerce faz visitas frequentes ao Japão para dar palestras e se encontrar com líderes de negócios no país, os quais ele já conhece há muito tempo.

Jack Ma, fundador do Grupo Alibaba (Wikimedia/World Economic Forum)

Ma publicou uma mensagem sobre sua decisão, dizendo, “os japoneses deram apoio à China ao enviar itens incluindo máscaras e vestimentas de proteção várias vezes quando uma escassez de recursos médicos atingiu o pico no país”.

Caixas de máscaras doadas ao Japão pela fundação administrada pelo fundador do Grupo Alibaba Jack Ma são vistas em um depósito na China em 1º de março de 2020 (Mainichi)

As máscaras doadas não são para uso do público em geral. Uma associação privada que administrará as máscaras doadas no Japão as distribuirá a instituições médicas que sofrem com a falta do acessório após se consultar com o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar e outras organizações.

A Embaixada Chinesa no Japão também anunciou em 29 de fevereiro via Twitter que oferecerá 100 mil máscaras e 5 mil vestimentas de proteção, assim como kits de diagnóstico.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância