Recall do posto: risco de ter vendido querosene com mistura de gasolina

Um posto de gasolina, na província de Chiba, percebeu o problema e pede aos clientes que não usem o querosene pois pode ser a causa de incêndio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Posto que vendeu querosene contaminada (NHK)

No posto de gasolina Idemitsu Kiyotaki Service Station, na cidade de Asahi (Chiba), foi descoberto que o querosene vendido após o dia 15 deste mês pode ter sido contaminado com gasolina.

O Corpo de Bombeiros está aconselhando as pessoas a não usá-lo porque pode causar um incêndio se for colocado no aquecedor. Pede que seja devolvido ao posto para a reposição.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o querosene foi vendido entre os dias 15 e 22 deste mês. Após interromper a venda desse combustível no posto está sendo realizada uma investigação sobre a situação de contaminação e o destino da venda em detalhes.

Segundo a NHK, no dia 15 deste mês, ao descarregar o querosene de um caminhão-tanque, acidentalmente entrou uma pequena quantidade de gasolina.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Estrangeiras, donas de casa de massagem ‘ilegal’, são presas

Publicado em 23 de novembro de 2021, em Crime

O serviço de massagem era feito em quartos privados de forma ‘ilegal’, ou seja, disfarçada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Chinesa, dona da casa de massagem, sendo levada (NNN)

Na segunda-feira (22) a polícia informou sobre a prisão da dona de uma casa de massagem, chinesa 高佳麗, 29 anos, e mais duas funcionárias, sendo uma tailandesa e outra vietnamita.

Mesmo sabendo que a área onde a chinesa tem o estabelecimento chamado de Macaron, em Kasukabe (Saitama), é proibido o exercício da atividade de prostituição, ela tinha quartos privados em um apartamento onde as funcionárias atendiam seus clientes, disfarçadas de massagem. 

Quando os policiais deram uma batida no dia 20, no Macaron, havia dois clientes nos quartos. Há suspeita de que a chinesa tenha levantado um faturamento de pelo menos 20 milhões de ienes com a prostituição.

O estabelecimento está aberto desde abril do ano passado e continua sendo investigada pois há suspeita de que tenha outra casa. 

Fontes:  FNN e NNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades