‘Começou a 6.ª onda de infecção’, afirmam governadores de Okinawa e Shiga

Os dois governadores fizeram a mesma afirmação na quarta-feira. Além disso, Okinawa e Yamaguchi enfrentam o grave problema da infecção nas bases.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (Torange.biz)

Na terça-feira (4) o governador da província de Okinawa, Denny Tamaki, disse “reconheço que começou a sexta onda”, se referindo ao aumento explosivo de infecção pelo novo coronavírus, pois foram confirmados 130 na segunda e 225 na terça-feira. Desde 16 de setembro a província não tinha resultados tão elevados.

Publicidade

Em resposta à propagação da infecção, o nível de alerta da própria província foi elevado para 2 e os cidadãos foram solicitados a reduzir suas chances de contato com as pessoas.

Governador Tamaki em coletiva de imprensa na terça-feira (NNN)

Também informou sobre a suspensão da campanha de desconto para os cidadãos, de passeios pela província, a partir de sexta-feira (7). Solicitou que as cerimônias da maioridade sejam adiadas ou canceladas.

Com esse total de terça-feira a província está com o pior índice semanal a cada 100 mil habitantes, do país, passando de 26 a 39, considerado crítico. Há um temor de tensão no sistema médico pelo aumento repentino de pacientes.

Repercussão imediata em Miyazaki 

O governador da província de Miyazaki pediu aos cidadãos que evitem viajar para Okinawa, onde vem sendo registrados elevados números de testados positivo e também da variante ômicron.

Shiga também na 6.ª onda

Na terça-feira, o governador da província de Shiga, Taizo Mikazuki, elevou o nível de alerta de 0 para 1 devido ao aumento repentino dos novos casos de infecção pelo coronavírus. De 10 do dia anterior, confirmou 40 casos nesse dia. 

Governador de Shiga (Kyoto Shimbun)

Declarou o mesmo que o governador de Okinawa: “entramos na sexta onda”. Como vem tendo aumento de casos com a variante ômicron, disse que é possível que ainda esta semana eleve o nível para 2.

Problema das bases americanas

O governador Denny Tamaki criticou severamente as bases americanas pelo aumento dos casos da variante ômicron, substituindo a convencional. 

Okinawa é a província com o maior número de bases militares americanas instaladas. Mas, não é a única que está amargando o problema da expansão do coronavírus. 

Em Aomori, na base de Misawa, foram confirmados 56 casos de infecção entre 26 de dezembro a 3 de janeiro. 

Base de Iwakuni, na província de Yamaguchi (NHK)

Na terça-feira, em Iwakuni (Yamaguchi) foram confirmados 62 novos casos na cidade e 47 na base americana. Somente nessa base já são 489 casos.

Em 9 bases instaladas em Okinawa a soma desde 15 de dezembro até terça-feira chegou a 832, maioria do Camp Hansen.

Em outras bases, como Yokosuka (Kanagawa) e Camp Fuji em Gotenba (Shizuoka) também já foram confirmados novos casos.

Fontes: Okinawa Times, UMK, ANN, Kyoto Shimbun, FNN, NHK, Yomiuri e Chugoku Shimbun

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

França identifica nova variante ‘Ihu’ do coronavírus

Publicado em 5 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

Até agora, 12 pessoas foram infectadas com a nova variante na França.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Chamada de Ihu, a nova variante até agora infectou 12 pessoas no sudoeste da França (ilustrativa/banco de imagens)

Enquanto o mundo está lutando contra a altamente infecciosa ômicron, cepa da covid-19, cientistas na França identificaram uma nova variante potencialmente preocupante, a qual tem 46 mutações.

Publicidade

Chamada de Ihu, a nova variante B.1.640.2 até agora infectou 12 pessoas no sudoeste da França. O primeiro caso foi ligado a uma pessoa com histórico de viagem a Camarões, oeste da África, disseram pesquisadores em um documento publicado na medRxiv.

Especialistas foram rápidos em anunciar que uma nova variante havia sido descoberta, mas isso não significa necessariamente que a ihu provará ser tão infecciosa quanto outras cepas, incluindo a ômicron.

Na análise, os autores descobriram “46 mutações” que não haviam sido vistas em outros países, nem classificada como uma nova variante sob investigação pela OMS.

Os genomas foram obtidos por sequenciamento de próxima geração. Os autores do documento afirmaram que a pessoa, a qual foi identificada com a variante ihu, estava completamente vacinada.

A pessoa testou positivo após retornar de uma viagem de 3 dias a Camarões.

Fonte: The Independent

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância