De novo, McDonald’s só pode oferecer batatas fritas de tamanho S

O problema da escassez das batatas tinha acabado de ser resolvido, mas a rede americana informou que novamente terá que suspender as de tamanho maior.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Batatas fritas tamanho S (HP)

A rede norte-americana McDonald’s Japan anunciou, na sexta-feira (7), que terá que suspender as vendas do McFry Potato (マックフライポテト) de tamanhos M e L, novamente, podendo oferecer somente o de tamanho S

Publicidade

Explicou que depois do problema de inundação em grande escala perto do porto de Vancouver, no Canadá, e de logística global afetada pela pandemia do coronavírus, continua amargando atraso nas importações. Desta vez a nevasca e o mau tempo em Vancouver estão atrasando os transportes marítimos.

Informou que está tomando providências para o fornecimento estável e pede desculpas por isso.

Para os clientes que pedirem o combo as lojas farão um desconto de ¥50 para entregar as batatas de tamanho S e não M ou L conforme está no menu.

Além disso, ficam suspensas as vendas dos ポテナゲ大 e ポテナゲ特大, ambos combinação de nuggets com batatas fritas nos tamanhos L e e gigante. 

A suspensão das vendas dos tamanhos M e L começam no domingo (9), em todas as 2,9 mil lojas, durante cerca de um mês.

Fontes: divulgação e FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

‘Variante ômicron não é gripe’, alerta OMS para não subestimá-la

Publicado em 7 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

A infectologista e líder técnica da OMS explicou que a ômicron não é uma gripe comum e que causa morte sim.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dra. Maria Van Kerkhove, líder técnica da OMS (ANN)

A líder técnica de resposta à Covid-19 da OMS-Organização Mundial da Saúde, Maria Van Kerkhove, chamou a atenção para não subestimar a nova variante, dizendo “a ômicron não é uma gripe comum”.

Publicidade

“Embora alguns relatórios mostrem um risco reduzido de hospitalização da ômicron em comparação com Delta, há muitas pessoas infectadas, doentes e morrendo no hospital“, acrescentou ela.

6 sintomas

Os 4 sintomas mais comuns da variante ômicron são tosse, fadiga, congestão e coriza, de acordo com uma análise do CDC-Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. Um estudo recente do aplicativo Zoe Covid, do Reino Unido, acrescentou náusea e perda de apetite à categoria.

Vários estudos da África do Sul, Estados Unidos e Reino Unido mostraram que a infecção causada pela variante altamente transmissível é geralmente leve, com menos necessidade de hospitalização, mas há casos de piora do quadro.

Alto risco para não vacinados

O Reino Unido teve 14 mortes devido à variante ômicron, enquanto os EUA e a Coréia do Sul já tiveram uma morte cada. As mortes ocorreram principalmente em pessoas não vacinadas.

“É importante ter sistemas para testar, aconselhar e monitorar um grande número de pacientes, pois o aumento pode ser repentino e enorme“, alertou a infectologista Maria Van Kerkhove.

Em particular, apontou que pessoas não vacinadas tendem a ter o quadro agravado ou morrem, assim como acontece com outras cepas mutantes.

Fontes: ANN e Deccan Herald

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades