Presidente da França diz que ‘dificultará a vida dos não vacinados’

Emmanuel Macron diz que quer limitar ‘o tanto quanto possível’ o acesso a atividades para os não vacinados.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Oponentes políticos disseram que a linguagem forte usada por Macron não era digna de um presidente (banco de imagens)

O presidente francês Emmanuel Macron alertou que ele tem a intenção de dificultar a vida das pessoas no país que não foram vacinadas contra a covid-19.

Publicidade

“Eu realmente quero complicar a vida delas, e continuaremos a fazer isso – até o fim”, disse ele ao jornal francês Le Parisien.

Mas oponentes políticos disseram que a linguagem forte usada por Macron na entrevista não era digna de um presidente.

Seus comentários ocorrem quando um projeto de lei sobre passes de covid foi adiado pela oposição se unindo contra o governo.

Em sua entrevista junto ao Le Parisien na terça-feira (4), Macron disse que enquanto ele “não vacinaria à força”, ele esperava encorajar as pessoas a se inocularem ao “limitar o tanto quanto possível seus acessos a atividades na vida social”.

“Não mandarei (os não vacinados) para a prisão”, disse ele. “Então precisaremos dizer a eles, a partir de 15 de janeiro, você não poderá mais ir ao restaurante, a um café, a um cinema, a um teatro”.

A França tem uma das maiores taxas de vacinação contra covid-19 na União Europeia, com mais de 90% de sua população recebendo duas doses.

Por meses, a França pediu às pessoas que apresentassem prova de vacinação ou teste negativo de coronavírus para ter acesso a muitos locais públicos.

Contudo, o governo francês quer remover a opção de apresentar teste negativo em resposta a um recorde de aumento nas infecções, conduzido pelas variantes ômicron e delta.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

‘Não subestime os iranianos’ teria dito um dos que roubou a vítima

Publicado em 5 de janeiro de 2022, em Crime

A polícia de Aichi está à procura desses estrangeiros que cometeram roubo em Aichi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Local onde aconteceu o roubo (Tokai TV)

Segundo informações da polícia, pouco antes das 23h de terça-feira (24), um homem desempregado, de 28 anos, estava caminhando por uma rua de Showa, em Chiryu (Aichi), quando foi agredido.

Publicidade

Segundo a vítima, dois homens o agrediram e levaram sua pasta contendo 45 mil ienes em dinheiro.

Ele ia pegar seu carro, mas ao chegar no local não o encontrou. Supostamente foi subtraído pelos mesmos ladrões

O homem agredido não sofreu ferimentos e denunciou o caso por telefone para a polícia. Relatou que os dois, com aparência de estrangeiro, aparentavam ter idade na faixa dos 20 aos 30 anos

Segundo ele, quando foi agredido, um deles teria dito em japonês “não subestime os iranianos”.

A polícia está à procura desses dois estrangeiros, suspeitos de roubo.

Fonte: Tokai TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades