Depreciação do iene pela primeira vez em 20 anos, chega a 126 por dólar

Fazia duas décadas que a moeda japonesa não depreciava tanto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

10 dólares americanos e 1.260 ienes (PM)

No mercado de câmbio de Tóquio, na quarta-feira (13), a taxa de câmbio do iene caiu temporariamente para o nível de 126 ienes por dólar, chegando a um patamar que não se via desde maio de 2002.

Publicidade

Os investidores venderam os ienes para comprar a moeda norte-americana por causa da diferença das taxas de juros. 

O Fed-Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, está aumentando as taxas de juros para conter a inflação causada pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

A taxa de câmbio caiu mais de 10 ienes desde o início de março. A forte desvalorização do iene impulsionou o aumento dos preços de produtos importados, como petróleo bruto e grãos, levantando preocupações de que isso pressionará os lucros das empresas e esfriará o consumo. 

Foi o nível mais baixo em 19 anos e 11 meses e pode ser que deprecie ainda mais.

Fontes: Asahi e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Número de casos de covid-19 no mundo passa de 500 milhões

Publicado em 13 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

O número de casos aumentou rapidamente no mundo após a variante ômicron ter começado a se espalhar.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

EUA registram o maior número de casos no mundo, a 80.47 milhões (ilustrativa/banco de imagens)

O número total de casos de covid-19 no mundo passou de 500 milhões e o de morte associadas excedeu 6.18 milhões.

Publicidade

Dados da Universidade Johns Hopkins desde a terça-feira (12) mostram que os EUA registram o maior número de casos, a 80.47 milhões, seguidos pela Índia com 43.03 milhões, Brasil com 30.16 milhões, França com 27.35 milhões e Alemanha com 22.84 milhões.

O número de casos aumentou rapidamente no mundo após a variante ômicron ter começado a se espalhar. Entretanto, o crescimento está agora desacelerando, visto que a pandemia parece ter atingido o pico nos EUA e em países europeus.

Alguns países, principalmente nações industrializadas, começaram a relaxar restrições e estão reabrindo as atividades econômicas e sociais. Elas citam altas taxas de vacinação e a aprovação de medicação designada a prevenir sintomas graves.

Contudo, o Reino Unido e a Alemanha têm vivenciado um aumento temporário no número de casos. Na Coreia do Sul, Vietnã e em outros países, novos casos começaram a aumentar rapidamente após eles terem contido com sucesso a propagação do vírus.

O fim da pandemia global continua distante com o possível surgimento de novas variantes. Efeitos posteriores de longo prazo para aqueles que contraíram o vírus são uma preocupação adicional.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência