Netflix demite 300 funcionários em segunda rodada de cortes

No mês passado, 150 funcionários também foram cortados em uma ação para reduzir prejuízos em decorrência da queda de assinantes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

As demissões recentes ocorreram após a companhia ter cortado 150 empregos no mês passado (banco de imagens)

A Netflix anunciou na quinta-feira (23) que demitiu 300 funcionários em uma segunda rodada de cortes após perder assinantes pela primeira vez em mais de uma década.

Publicidade

Os cortes contaram por cerca de 4% da força de trabalho da gigante do streaming, e a maioria afetou funcionários nos EUA. As demissões recentes ocorreram após a companhia ter cortado 150 empregos no mês passado.

A Netflix disse em fevereiro que havia perdido 200 mil assinantes globalmente no início de 2022 e projetou um declínio de 2 milhões de usuários no próximo semestre.

A companhia disse que a queda foi devido a vários fatores, incluindo competição aumentada, economia, guerra na Ucrânia e grande número de pessoas que compartilham suas contas com lares que não pagam.

Para compensar a perda de usuários, a Netflix também está considerando adicionar propagandas ao serviço em troca de uma assinatura mais barata, além de cortar custos, uma medida que a companhia resiste há muito tempo.

Fonte: The Guardian

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Presidente da Toyota Motor recebeu a maior remuneração de todos os anteriores

Publicado em 24 de junho de 2022, em Economia

Ainda assim, dentro do grupo Toyota não foi a maior. Um alto executivo estrangeiro recebeu ainda mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Presidente da Toyota Motor vestido de piloto (Wikimedia)

A remuneração do presidente da Toyota Motor, Akio Toyoda, 66 anos, foi 150% a mais do que no exercício passado, de acordo com o relatório dos valores mobiliários do ano fiscal encerrado em 31 de março de 2022.

Publicidade

Na quinta-feira (23) soube-se que a remuneração total foi de 685 milhões de ienes brutos, pois foram somados ao salário fixo os benefícios de desempenho da montadora e das empresas subsidiárias, bônus e ações. Isso se deve ao melhor desempenho da montadora no ano fiscal 2021. 

Foi a maior remuneração já paga para um presidente da Toyota Motor.

Porém, engana-se ao pensar que foi a maior remuneração paga pelo grupo Toyota. O CEO da subsidiária Woven Planet Holdings, James Kuffner, 51 anos, recebeu 906 milhões de ienes brutos.

Não há informação de quanto contribuíram em impostos.

A remuneração dos executivos da Toyota é calculada a partir do lucro operacional e da volatilidade da capitalização de mercado das ações, entre outros fatores, e é determinada com o consentimento de diretores externos em uma assembleia. 

Além disso, a partir de então, a remuneração aumentou significativamente por meio da aplicação de avaliações individuais que consideram os resultados de cada diretor ao presidente.

Fontes: Asahi e Yomiuri 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância