Rússia falha em pagar dívida externa, mas nega calote

O Ocidente empurra a Rússia para o seu primeiro incumprimento de dívida externa desde 1917.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio do Parlamento russo em Moscou (ilustrativa/banco de imagens)

A Rússia deixou de pagar sua dívida externa pela primeira vez desde a revolução de Bolshevik há mais de um século.

Publicidade

Após reportagens de que Moscou havia falhado em pagar US$100 milhões em juros em dois títulos durante um prazo de tolerância de 30 dias que expirou no domingo (26), a Casa Branca disse que o calote mostrou o poder das sanções do Ocidente impostas sobre a Rússia após ela ter invadido a Ucrânia.

A Rússia negou o default, dizendo que os pagamentos haviam sido feitos, em dólares e euros, em 27 de maio e que o dinheiro estava bloqueado na Euroclear, uma empresa belga que presta serviços financeiros especializados em liquidação e custódia de títulos escriturais.

O calote histórico havia sido amplamente antecipado após metade das reservas estrangeiras da Rússia terem sido congeladas.

A União Europeia também dificultou a vida para Moscou atender suas obrigações de dívida no início deste mês ao sancionar o Depositório Nacional de Liquidação da Rússia.

“As alegações de calote são incorretas porque o pagamento necessário foi feito em maio”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante uma coletiva de imprensa regular na segunda-feira (27).

O fato de que o dinheiro transferido para a Euroclear não foi passado para investidores “não era nosso problema”, disse ele.

“Então não há base para chamar isso de calote”, disse.

Desde 2014, a última vez que o Ocidente sancionou a Rússia pela sua anexação da Crimeia, o Kremlin havia acumulado cerca de US$640 bilhões em reservas estrangeiras. Cerca da metade desses fundos está agora congelada sob sanções do Ocidente impostas após a invasão à Ucrânia.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Indústria de autopeças construirá fábrica em Gifu e irá gerar emprego

Publicado em 28 de junho de 2022, em Economia

Uma grande indústria de autopeças, fornecedora para todas as montadoras do Japão e algumas do exterior, irá instalar uma nova planta em Gifu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Projeto da nova fábrica (Gifu Shimbun)

A indústria Yorozu, com sede em Yokohama (Kanagawa), fabricante de sistemas de amortecedores para os veículos, fornecedora para todas as montadoras, anunciou que irá construir uma nova fábrica.

Publicidade

A cidade escolhida para isso é Wanouchi (Gifu), vizinha de Hashima e perto de Ogaki. A fábrica será 100% descarbonizada no processo de produção, com investimento de cerca de 12 bilhões de ienes.

Essa planta abrigará também a produção da subsidiária de Aichi, atualmente em Nagoia. A construção começará em novembro deste ano e deverá entrar em operação em janeiro de 2024.

“Nosso objetivo é ser uma planta modelo de fabricantes de peças japonesas com competitividade avassaladora e consideração completa pelo meio ambiente”, disse o presidente Tsutomu Hiranaka na ocasião do anúncio em 21 de junho. 

A intenção é construir a primeira planta e escritório no amplo terreno, depois ampliar em segunda e terceira etapas até 2030, triplicando a estrutura.

Segundo o presidente, além da expansão dos negócios, quer contribuir com a comunidade local no futuro. Informou que contratará mais 150 trabalhadores, totalizando 300, somando com os de Nagoia. Também pretende abrir o refeitório para o público.

Fonte: Gifu Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência