Pela primeira vez 250 mil testam positivo na quarta-feira

O Japão teve um amargo recorde, assim como 20 províncias, como Ishikawa, Aichi e Mie.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O total de pessoas testadas positivo para o coronavírus na quarta-feira (10) foi o pior de toda esta epidemia, superando o de 3 deste mês, que se pensava ter sido o pico.

Publicidade

A soma das 47 províncias foi de 250.403, quase 38 mil a mais do que o dia anterior, elevando a soma cumulativa para 14.902.790 de pessoas infectadas durante este período.

Além disso, 20 províncias também amargaram recorde: Hokkaido, todas de Tohoku, 2 de Tokai, 1 de Hokuriku, 1 de Kinki, 3 de Chugoku, de Shikoku e de Kyushu. A maioria é de províncias que não se podia imaginar ter números tão elevados.

Embora Tóquio, Kanagawa e Osaka tenham tido totais inferiores ao do dia anterior, a infecção continua explosiva. Veja a tabela completa abaixo.

Óbitos, recuperações e pacientes em tratamento

O total de óbitos do dia também foi elevado, chegando a 251, sendo 33 em Osaka, 25 em Kanagawa, 23 em Aichi, 20 em Chiba, 18 em Fukuoka, 17 em Tóquio, 11 em Hyogo e em Saitama, 10 em Shizuoka, 7 em Kumamoto e em Kochi, 5 em Okayama, em Okinawa e em Kagoshima, 4 em Shiga em Gunma, além de outras províncias. A soma cumulativa é de 34.365 mortes nesta epidemia.

Houve um aumento de 250 mil pacientes em tratamento desde o dia anterior, subindo para 2.276.019, dos quais 597 estão em estado grave.

Em contrapartida, são 12.592.406 pessoas recuperadas da covid.

Na segunda-feira (8) foram realizados 115.406 testes PCR, cujos números são oficiais, mas há um grande número diário de pessoas que fazem teste de antígeno, por isso, já deixa de ser uma referência.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão. As províncias em vermelho são as que tiveram recorde.

Os totais fornecidos pelas províncias podem mudar.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 7.773
Tohoku
Aomori 2.060
Iwate 1.482
Miyagi 4.199
Akita 1.351
Yamagata 1.387
Fukushima 2.554
Kanto
Ibaraki 2.963
Tochigi 2.668
Gunma 2.784
Saitama 13.035
Chiba 8.392
Tóquio 34.243
Kanagawa 12.965
Hokuriku
Niigata 3.420
Toyama 1.895
Ishikawa 2.147
Fukui 1.271
Koshin
Yamanashi 1.569
Nagano 2.387
Tokai
Gifu 3.802
Shizuoka 7.089
Aichi 18.862
Mie 3.887
Kinki
Shiga 2.578
Quioto 6.478
Osaka 23.730
Hyogo 12.254
Nara 2.277
Wakayama 1.722
Chugoku
Tottori 1.008
Shimane 955
Okayama 3.315
Hiroshima 5.372
Yamaguchi 2.483
Shikoku
Tokushima 1.454
Kagawa 1.882
Ehime 2.514
Kochi 1.445
Kyushu
Fukuoka 12.260
Saga 1.988
Nagasaki 3.370
Kumamoto 4.370
Oita 2.383
Miyazaki 3.303
Kagoshima 3.988
Okinawa 5.063
Aeroportos 26
TOTAL GERAL 250.403
Fontes: FNN, News Digest e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Por que não é recomendável entrar no mar a partir do feriado de Obon?

Publicado em 10 de agosto de 2022, em Dicas Especiais

Sabia que é melhor não escolher a praia para lazer a partir do feriado de Obon? Saiba os motivos e, se deseja desfrutar, siga a recomendação!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pessoas nadando no mar (RawPixel)

Com o calor muitas pessoas querem ir à praia para desfrutar do feriado de Obon, época que os japoneses voltam às terras natais para visitar os túmulos ou unir as mãos para orar pelos antepassados no oratório em casa.

Publicidade

Há várias opções de lazer no verão como acampar, ir ao rio ou à piscina, mas a praia parece ser a preferida da maioria. No entanto, há 4 motivos pelos quais se deve evitar ir.

1 – Aumento das águas-vivas

Nesta época o número de águas-vivas crescem de tamanho e aumenta sensivelmente o número delas. Um dos motivos são as ondas doyo, as quais se formam em grande quantidade na costa. Por isso, se vê muitas delas nas águas rasas e até nas areias.

A recomendação é procurar praias que tenham proteção de rede e presença de salva-vidas, pois eles monitoram.

Se for picado veja o que fazer tocando aqui.

Caravela portuguesa na areia da praia (Wikimedia)

Além das águas-vivas e caravelas portuguesas, há um grande aumento das algas marinhas. Então, o risco de afogamento devido ao emaranhamento de algas nos seus pés aumenta, ainda mais se for acometido por uma onda doyo, podendo evoluir para um acidente grave.  

2 – Tendência de ocorrência das ondas chamadas doyo

Esse tipo de onda, bem alta, chamada de doyo-nami em japonês, é frequente nas praias, mesmo sem vento. A característica é que elas vão engolindo as menores à medida que se aproximam da areia e, de repente, ficam altas. Além de correr o risco de ser pego de surpresa, ainda trazem as águas-vivas.

São causadoras de acidentes como afogamento.

3 – Facilidade de ocorrerem correntes de retorno

Se trata de forte corrente que ocorre quando uma onda que atinge a costa tenta retornar ao mar e até em águas rasas. Essa corrente é perigosa, pois mesmo que a pessoa esteja parada em local raso, pode ser derrubada e se afogar.

Em japonês se diz riganryu e em inglês rip current. Veja algumas imagens gravadas pela Guarda Costeira do Japão tocando aqui, as quais mostram essas correntes em cor verde.

Ondas no mar (PM)

Mais um motivo para escolher uma praia que tenha salva-vidas e tenha sinalizações. Jamais desrespeite as sinalizações. 

4 – Aumento dos acidentes aquáticos

Além dos motivos mencionados acima, os acidentes no mar tendem a aumentar devido a vários fatores durante o feriado de Obon.

Um dos motivos é o tufão que costuma se formar nesta época. Com sua aproximação, um dos efeitos é a elevação das ondas. Assim, acontecem acidentes de afogamento por ser engolido por uma dessas.

Outro problema é o esfriamento da temperatura da água pelo efeito do tufão. Isso esgota mais rapidamente a energia da pessoa nadando ou praticando algum esporte marinho e pode se acidentar.

Se for praticar snorkeling a recomendação é usar roupa – de lycra ou neoprene – de mangas compridas e calça até o tornozelo para se proteger. Se for nadar na praia, vale relembrar que seja onde tenha salva-vidas. 

Divirta-se com cuidado!

Snorkeling com roupas de manga comprida (RawPixel)

Fontes: Guarda Costeira, Domani e WeatherNews

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência