Tailândia suspenderá grande parte das restrições relacionadas à covid-19

O anúncio foi feito pelas autoridades tailandesas na sexta-feira, citando alta taxa de vacinação e declínio no número de casos graves.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Praia em Phuket, Tailândia (banco de imagens)

Autoridades na Tailândia suspenderão grande parte das restrições relacionadas ao coronavírus em 1º de outubro, incluindo um estado de emergência em vigor desde março de 2020.

Publicidade

O anúncio foi feito pelas autoridades tailandesas na sexta-feira (23), citando alta taxa de vacinação e declínio no número de casos graves.

Elas dizem que chegadas do exterior não precisarão mais apresentar prova de vacinação ou teste de covid-19 com resultado negativo.

Um período de estada sem visto de países e territórios incluindo o Japão será estendido de 30 para 45 dias, disseram as autoridades.

A Tailândia havia recebido cerca de 40 milhões de turistas estrangeiros um ano antes da pandemia. Em 2021 apenas 400 mil visitantes internacionais passaram pelo país.

Autoridades da saúde estão pedindo às pessoas que continuem a tomar medidas anti-infecção, como uso de máscara em locais aglomerados.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota deixará a Rússia, encerrando produção e vendas de veículos

Publicado em 24 de setembro de 2022, em Sociedade

A montadora japonesa não vê fim das paralisações nas redes de fornecimento enquanto a guerra na Ucrânia persiste.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma concessionária da Toyota em Krasnoyarsk, na Rússia (banco de imagens)

A Toyota anunciou na sexta-feira (23) uma saída da produção e vendas de automóveis na Rússia, citando dificuldades no fornecimento de materiais fundamentais e peças no país em meio à guerra na Ucrânia.

Publicidade

Foi uma decisão difícil”, disse o chefe de comunicações da Toyota, Jun Nagata, aos repórteres online na sexta-feira. “Vamos liquidar nossa unidade local na Rússia ao invés de vendê-la”.

A Toyota é a primeira montadora japonesa a anunciar saída da Rússia. A montadora continuará a fornecer reparos para veículos que ela vende no país por enquanto.

A montadora suspendeu operações em sua planta na cidade de São Petersburgo em 4 de março deste ano, após o início da invasão russa.

“Após 6 meses não conseguimos retomar as atividades normais e não vemos indicação de reinício no futuro”, disse a montadora japonesa.

Uma interrupção prolongada afetaria a habilidade da Toyota em dar suporte a funcionários deixando-a sem escolha a não ser encerrar a produção no país. Acredita-se que crescentes riscos geopolítico na região também tenham contribuído para a decisão.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância