Procurados pela Interpol, 3 ingleses presos por roubo no Japão

Os 3 assaltaram uma joalheria em Tóquio há 7 anos e nessa ocasião, um deles feriu o segurança para que os comparsas pudessem levar as joias.

Roubo na joalheria em Tóquio, por 3 ingleses, há 7 anos (arquivo da FNN)

A polícia japonesa informou no sábado (3) que 3 ingleses que estavam na lista dos procurados pela Interpol, a pedido do Japão, desde 5 anos atrás, foram capturados na Inglaterra

Publicidade

Em novembro de 2015 os 3 ingleses assaltaram a joalheria Harry Winston, em Omotesando, Tóquio. Um deles espancou o vigilante enquanto os comparsas agiram rapidamente quebrando as vitrines para o roubo das joias, como anéis e colares de diamantes, avaliados em 100 milhões de ienes.

Como resultado da análise das imagens das câmeras de segurança, o Departamento de Polícia Metropolitana identificou um grupo de cidadãos britânicos que entraram no Japão pelo aeroporto de Narita 2 dias antes do roubo e partiram para o Reino Unido 2 dias depois. 

Foi obtido um mandado de prisão por suspeita de roubo e lesão corporal, e um acordo internacional foi feito por meio da Interpol dois anos depois do crime.

Como o Japão e a Inglaterra não têm um acordo de extradição, está em andamento uma audiência sobre o caso. 

Se eles forem extraditados para o Japão, de forma extraordinária, será o primeiro caso.

Fontes: FNN e NHK 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

China começa a relaxar parcialmente restrições à Covid em meio a protestos

Publicado em 5 de dezembro de 2022, em Ásia

Aparentemente, cidades chinesas esperam que o relaxamento de restrições ajude a abrandar a insatisfação pública e estimule a lenta recuperação econômica do país.

A política zero-Covid da China é rigorosa e gera protestos (NHK)

Autoridades na China começaram a relaxar algumas medidas contra infecções por coronavírus em todo o país.

Publicidade

A medida ocorre enquanto o governo indicou sua intenção de “otimizar” medidas anti-infecção na semana passada. A política rigorosa “zero-Covid” de Pequim espalhou protestos em várias cidades recentemente.

Com início nesta segunda-feira (5), Xangai abandonou exigência de testes PCR (reação em cadeia da polimerase) para usar transporte público, incluindo metrôs e instalações pública ao ar livre, como parques.

Exigências de testes para ter acesso a ônibus e metrôs também foram suspensas na capital Pequim.

Entretanto, as pessoas em ambas as cidades ainda devem realizar testes PCR a cada poucos dias e apresentar um resultado com teste negativo para entrar em instalações comerciais e prédios de escritórios.

A cidade de Guangzhou, no sul da China, também relaxou de forma significativa suas medidas de lockdown após confrontos ocasionais entre residentes e a polícia.

Aparentemente, cidades chinesas esperam que o relaxamento de restrições ajude a abrandar a insatisfação pública e estimule a lenta recuperação econômica do país.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros