Banco Mundial reduz previsões de crescimento em 2023 e alerta sobre recessão global

O banco, que também reduziu suas estimativas de crescimento para 2024, disse que inflação persistente e taxas de juros mais altas são as razões principais.

Cédulas de dólar dos EUA (ilustrativa/banco de imagens)

O Banco Mundial (BM) reduziu suas previsões de crescimento para a maioria dos países e regiões e alertou que novos choques adversos poderiam levar a economia global a uma recessão.

Publicidade

O Produto Interno Bruto (PIB) global provavelmente aumentará 1.7% neste ano, cerca da metade do ritmo previsto em junho, disse na terça-feira (10) a instituição financeira internacional sediada em Washington. Isso seria a terceira pior performance nas últimas três décadas, após contrações de 2009 e 2020.

O banco, que também reduziu suas estimativas de crescimento para 2024, disse que inflação persistente e taxas de juros mais altas são as razões principais. Ele citou, além disso, a invasão da Rússia à Ucrânia e um declínio em investimentos.

“A crise voltada ao desenvolvimento está se intensificando” e os retrocessos à prosperidade global provavelmente persistirão, escreveu o presidente do BM, David Malpass, em um prefácio ao relatório semianual Global Economic Prospects do banco.

Ele disse que o PIB em mercados emergentes e economias em desenvolvimento no fim do próximo ano serão de cerca de 6% abaixo do nível esperado às vésperas da pandemia de covid-19.

Fonte: Bloomberg

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

OMS pede a viajantes que usem máscara devido à propagação da ômicron

Publicado em 11 de janeiro de 2023, em Notícias do Mundo

A XBB.1.5, a subvariante da ômicron mais transmissível detectada até agora, contou por 27.6% dos casos de covid-19 nos EUA para a semana que terminou em 7 de janeiro.

A OMS faz a recomendação principalmente em voos de longa distância (ilustrativa/banco de imagens)

Países devem considerar a recomendação de que passageiros usem máscara em voos de longa distância, dada a rápida propagação da mais nova subvariante da ômicron da covid-19 nos EUA, disseram funcionários da Organização Mundial da Saúde (OMS) na terça-feira (10).

Publicidade

Na Europa, a subvariante XBB.1.5 foi detectada em pequenos, mas crescentes números, disse a OMS e outros em uma coletiva de imprensa.

Passageiros devem ser orientados a usarem máscara em cenários de alto risco como voos de longa distância, disse a alta funcionária de emergências da OMS, Catherine Smallwood, acrescentando: “Isso deveria ser uma recomendação a passageiros que estão chegando de qualquer lugar onde há transmissão disseminada da covid-19”.

A XBB.1.5, a subvariante da ômicron mais transmissível detectada até agora, contou por 27.6% dos casos de covid-19 nos EUA para a semana que terminou em 7 de janeiro, disseram autoridades da saúde.

Não ficou claro se a XBB.1.5 causaria sua própria onda global de infecções. Vacinas atuais continuam a proteger contra sintomas graves, hospitalização e morte, dizem especialistas.

A XBB.1.5 é uma outra descendente da ômicron, a variante mais contagiosa e agora globalmente dominante do vírus que causa a covid-19. Ela é um ramo da XBB, detectada pela primeira vez em outubro, por si só uma recombinante de duas outras subvariantes da ômicron.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros