Porto pesqueiro em Aichi repleto de milhares de peixes

O que se vê nas águas do porto é um cardume gigantesco como os vistos nos rios, mas junto vieram outros seres.

Cardume nas águas de um porto em Aichi (FNN)

Uma telespectadora da FNN gravou um vídeo e enviou as imagens para a emissora, na sexta-feira (13), relatando que conseguiu pegá-los facilmente com as mãos pois são “centenas de milhares de peixes”.

Publicidade

As imagens mostram os milhares de peixes em uma pequena área nadando freneticamente, por isso um repórter foi enviado ao local no domingo (15), um porto pesqueiro em Minamichita (Aichi).

No porto pesqueiro onde a telespectadora gravou as imagens já não se viu mais a presença do cardume. A reportagem seguiu para outro porto a um quilômetro de distância, o de “Morozaki, onde há um cardume de tainhas”, indicou um pescador. 

O repórter relata que ficou impressionado com a quantidade de tainhas. Ele também conseguiu pegar uma com as mãos, de cerca de 15 centímetros. Uma residente local lhe disse que se trata de filhote de tainha.

Repórter pegou um peixe facilmente com as mãos (FNN)

Uma outra residente local disse para a reportagem que “no começo pensou que o mar estava cheio de algas, mas quando se aproximou viu que era um cardume”.

Diferente dos outros locais como Hamamatsu (Shizuoka) e Nagoia (Aichi), onde também foram vistos os cardumes, mas no rio, nesse porto outros seres se aproximam em grande quantidade por causa deles. São as aves oceânicas que estão se fartando, pois se alimentam dos peixes.

“Esse cardume procura um local com água com uma temperatura um pouco mais elevada, por isso, vão para os rios, canais e portos”, avaliou Haruyuli Ikuta, especialista do Hekinan Seaside Aquarium.   

Ele acha que em algum momento esse cardume deixará retornará ao oceano. 

As aves oceânicas aos montes se alimentam dos peixes (FNN)

Fonte: FNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Recessão global é provável em 2023, mostra pesquisa do Fórum Econômico Mundial

Publicado em 17 de janeiro de 2023, em Notícias do Mundo

Cerca de 18% de economistas consideraram uma recessão global ‘extremamente provável’, mais de duas vezes a porcentagem da pesquisa anterior conduzida em setembro de 2022.

A pesquisa do Fórum Econômico Mundial foi baseada em 22 respostas de um grupo de altos economistas (banco de imagens)

Dois terços de economistas-chefes do setor público e privado entrevistados pelo Fórum Econômico Mundial (FEM) esperam uma recessão global em 2023, disse o organizador em Davos na segunda-feira (16) enquanto negócios e líderes do governo se reuniam para um encontro anual.

Publicidade

Cerca de 18% consideraram uma recessão global “extremamente provável”, mais de duas vezes a porcentagem da pesquisa anterior conduzida em setembro de 2022. Apenas um terço dos entrevistados viram a recessão como improvável neste ano.

“A atual inflação alta, crescimento baixo, débito alto e ambiente de fragmentação alto reduzem incentivos para investimentos necessários a fim de trazer de volta o crescimento e levantar padrões de vida para os mais vulneráveis do mundo”, disse a diretora de gestão do FEM, Saadia Zahidi, em uma declaração que acompanhou os resultados da pesquisa.

A pesquisa da organização foi baseada em 22 respostas de um grupo de altos economistas esboçada a partir de agências internacionais incluindo o Fundo Monetário Internacional, bancos de investimento, multinacionais e grupos de resseguro.

A pesquisa ocorreu após o Banco Mundial ter reduzido na semana passada suas previsões de crescimento a níveis perto de recessão para muitos países, visto que o impacto das altas taxas do banco central se intensifica, a guerra da Rússia na Ucrânia continua e os principais motores econômicos do mundo prosseguem com dificuldade.

As definições do que constituem recessão diferem em todo o mundo, mas geralmente incluem a perspectiva de economias em encolhimento, possivelmente com inflação alta em um cenário de “estagflação”.

Fonte: Straits Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros