Reino Unido e Japão assinarão pacto de defesa para conter ameaça da China

A medida ocorre quando o governo do Reino Unido busca fortalecer seu engajamento na região Ásia-Pacífico para conter a influência da China.

Fumio Kishida (à esq.) e Rishi Sunak (à dir.) – banco de imagens, Wikimedia Commons

Rishi Sunak, primeiro-ministro do Reino Unido, e seu homólogo do Japão, Fumio Kishida, assinam nesta quarta-feira (11) um acordo de defesa, permitindo que a nação britânica e o país no leste asiático enviem forças uns aos outros, divulgou o site Financial Times.

Publicidade

A medida ocorre quando o governo do Reino Unido busca fortalecer seu engajamento na região Ásia-Pacífico para conter a influência da China, embora a guerra na Ucrânia tenha forçado Londres a reavaliar sua estratégia global.

Sunak e Kishida focarão em um acordo de defesa de “acesso recíproco” a ser assinado na Torre de Londres nesta quarta-feira. A Downing Street disse que sob o pacto ambos os países concretizariam mais “exercícios militares complexos”.

Antes da reunião marcada para esta quarta-feira, Sunak havia dito que o Reino Unido e o Japão estavam “acelerando, construindo e aprofundando” relações, acrescentando que eles tinham uma “perspectiva compartilhada” sobre o mundo e compreensão das ameaças globais.

No mês passado, o Reino Unido, Japão e Itália lançaram o Programa Aéreo de Combate Global criado com a meta de desenvolver uma “próxima geração de caças” até 2035.

A Downing Street também disse que Sunak e Kishida também discutiriam a presidência do Japão do G7 e como aumentar o suporte para a Ucrânia.

Fonte: Financial Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Voo parte e deixa mais de 50 passageiros para trás na pista em aeroporto na Índia

Publicado em 11 de janeiro de 2023, em Ásia

Um voo da Go First decolou do aeroporto na cidade de Bengaluru deixando para trás mais de 50 passageiros esquecidos em um ônibus.

Ilustrativa (banco de imagens)

A reguladora de aviação da Índia repreendeu uma companhia aérea por deixar para trás passageiros na pista de um aeroporto no estado de Karnakata, no sul da Índia.

Publicidade

Um voo da Go First, anteriormente conhecida como Go Air, decolou do aeroporto na cidade de Bengaluru, deixando para trás mais de 50 passageiros esquecidos em um ônibus.

Segundo reportagens, os viajantes haviam despachado suas malas e estavam com os cartões de embarque nas mãos.

A companhia aérea disse que estava investigando o incidente.

A Go First pediu desculpas aos passageiros que se queixaram no Twitter, mas ainda precisa explicar o que causou a confusão.

O voo entre Bengaluru e Déli decolou às 6h20 na segunda-feira (9) mesmo com vários passageiros ainda em um dos ônibus na pista.

Os passageiros marcaram a aérea, o ministro de Aviação Federal e o escritório do primeiro-ministro em seus tuítes.

A agência de notícias ANI divulgou que 53 passageiros foram posteriormente acomodados em um voo de uma outra companhia aérea e dois outros foram reembolsados.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros