Estudante em programa de estudos em ilha remota é encontrado morto

Foi encontrado um corpo na costa de Iki, ao parecer, de um estudante de um programa de intercâmbio.

Foto aérea do local onde o estudante foi encontrado (JNN) e foto do colegial desaparecido (ANN)

Antes do meio-dia de segunda-feira (20), a polícia recebeu uma denúncia pelo 110 de uma pessoa caída na praia, na Ilha Hara, que fica na costa da cidade de Iki (Nagasaki).

Publicidade

Os policiais foram encaminhados para o local e, de fato, encontraram um garoto na praia, já morto. Segundo a polícia, o cadáver estava vestido um suéter listrado de branco e preto, calça de agasalho preta e um par de calçados de cor marrom.

Um estudante colegial, de 17 anos, que participava de um programa de intercâmbio nas ilhas remotas, desapareceu desde o dia 1.º deste mês, na cidade e ilha de Iki.

A polícia se apressa para identificar o cadáver, mas as roupas são iguais à descrição fornecida sobre o desaparecido. 

O local fica a cerca de 4 quilômetros da Ilha Iki, em uma área rochosa. A polícia não informou de que província era o estudante colegial. 

Esse programa de intercâmbio de estudos nas ilhas remotas é incentivado pelo governo do Japão, para que os estudantes do ginásio e do colegial das cidades possam ter uma experiência rica, nos ambientes naturais e locais onde se conservam as tradições culturais. 

Fontes: JNN e ANN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Rússia proíbe uso de iPhones por funcionários do governo

Publicado em 21 de março de 2023, em Notícias do Mundo

Foi dado um prazo até 1º de abril para que os funcionários substituam seus iPhones por smartphones que usam o software Aurora da Rússia ou o sistema operacional Android.

Um iPhone 11 (ilustrativa/banco de imagens)

O Kremlin proibiu iPhones por medo de que eles possam ser hackeados por espiões da CIA (Central Intelligence Agency) dos EUA e da GCHQ (Government Communications Headquarters) do Reino Unido.

Publicidade

Auxiliares de Putin terão alguns dias para descartar seus smartphones da Apple.

Uma fonte do jornal Kommersant de Moscou disse, “Está tudo acabado para o iPhone”.

“Ou descartem ou deem às crianças”.

Foi dado um prazo até 1º de abril para que os funcionários substituam seus dispositivos dos EUA por smartphones que usam o software Aurora da Rússia ou o sistema operacional Android.

A fonte pró-Kremlin afirmou que os iPhones estavam “mais suscetíveis a hackeamento e espionagem por especialistas do Ocidente comparados a outros smartphones”.

O porta-voz de Putin, Dmitry Peskov disse que “smartphones não devem ser usados para negócios oficiais”.

Ele alertou que todo smartphone era “transparente”, sugerindo que ele poderia ser hackeado.

“Qualquer smartphone tem um mecanismo bastante transparente, não importa qual sistema operacional ele tenha, Android ou iOS.

“Naturalmente, eles não são usados para propósitos oficiais”.

O vice-chefe dos funcionários de Putin, Sergei Kiriyenko, emitiu a proibição sobre o iPhone a funcionários políticos que estão trabalhando nas eleições russas do próximo ano.

A Apple se negou a fazer comentários.

Isso segue proibições no Reino Unido, EUA e Europa sobre funcionários do governo que usam o TikTok em telefones oficiais, por medo de que o app colete muitos dados.

Fonte: The Sun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!