Primavera colorida: 1 milhão de nemophilas em parque de Osaka

O Osaka Maishima Seaside Park está realizando o Nemophila Festival para celebrar a flor sazonal também conhecida como baby blue eyes.

As nemophilas também são conhecidas como baby blue eyes (banco de imagens)

Toda primavera, 1 milhão de nemophilas florescem no Osaka Maishima Seaside Park, criando um mar de flores de 44 mil metros quadrados.

Publicidade

O parque anunciou recentemente planos para as festividades de primavera de 2023, que serão realizadas de 7 de abril a 7 de maio.

As flores, também conhecidas como baby blue eyes, podem ser distinguidas pelas suas pétalas azuis e centro branco. Para celebrar essa visão marcante, o parque realiza um festival com duração de 1 mês com atividades especiais e produtos sazonais.

Opções mais extravagantes incluem um passeio de curta duração de helicóptero pelo parque (¥7 mil) e paragliding (¥3 mil) para aventureiros admirarem as flores lá de cima.

Contudo, você não precisa ir ao céu para ter vistas deslumbrantes.

Devido à proximidade do parque à Baía de Osaka, qualquer pessoa que passar pelas colinas de nemophilas pode observar três tonalidades distintas de azul: as flores, o céu e o oceano.

  • O parque fica aberto das 9h às 17h nos dias úteis e das 9h às 18h30 aos fins de semana
  • O ingresso geral custa ¥1,5 mil e crianças pagam ¥600
  • Para mais informações, acesse o site oficial
  • Toque aqui para abrir o mapa e ver a localização

 

Fonte: Time Out

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Subsidiária da Glico falsificou relatórios das águas residuais que excederam o padrão

Publicado em 8 de março de 2023, em Sociedade

A denúncia foi feita pelo governo da província de Chiba e a diretoria teve que explicar e admitir os relatórios fraudulentos.

Subsidiária da Glico em Chiba (NHK)

O governo da província de Chiba detectou através de exames, níveis elevados de nitrogênio e fósforo nas águas residuais de uma fábrica de sorvetes na cidade de Noda, uma subsidiária da Ezaki Glico.

Publicidade

A subsidiária disse que com o início da produção do Ice no Mi (アイスの実) é provável que tenha ocorrido o entupimento dos equipamentos de purificação, vazando a água antes do tratamento e que ultrapassou o valor padrão.  

Sorvetes Ice no Mi fabricados pela subsidiária da Glico (reprodução HP)

No mesmo dia, o departamento do governo de Chiba iniciou uma inspeção in loco na subsidiária, a Glico Manufacturing Japan. De acordo com o governo de Chiba, as águas residuais foram despejadas em um afluente do rio Edo, o Zao, que leva à baía de Tóquio, mas não houve anormalidade na qualidade da água ao redor, tampouco impacto no corpo humano.

Segundo a empresa, cujos diretores deram uma coletiva de imprensa, a fraude ocorreu entre maio de 2019 e dezembro de 2022, confirmando adulterações nos 50 relatórios.

“Havia uma sensação de resistência de que a quantidade de trabalho aumentaria para fazer a melhoria da qualidade da água”, disse um porta-voz da subsidiária.

“Sentimos muito pela população da província. Tomaremos várias medidas para evitar a recorrência e que esse tipo de coisa nunca aconteça novamente”, declarou Koso Shiraishi, presidente da Glico Manufacturing Japan, na noite de terça-feira (7).

Fontes: JNN e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!