Conheça os melhores pontos turísticos de Shiga

Você acha que Shiga só tem o Biwako? Confira alguns incríveis pontos turísticos de Shiga!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Embora o Biwako (ou Lago Biwa) preencha 1/6 de Shiga, a província possui muitos pontos turísticos especiais como templos, pontos de interesse público e muitos outros. Conheça alguns pontos turísticos tradicionais e até alguns pouco conhecidos da província de Shiga.

Publicidade

10 – Ruínas do Castelo de Adzuchi

O castelo de Adzuchi, construído por Oda Nobunaga, um dáimio que conquistou quase todo o Japão, é considerado como castelo, mas o senhor feudal não morava nele, mas em sua mansão no local.

Como a segurança do local era muito baixa, os especialistas acreditam que era um castelo para mostrar sua influência política. Contudo, o local continua sendo um dos maiores pontos turísticos históricos de Shiga!

Mapa de acesso: clique aqui
Site: clique aqui

09 – Oumihachiman Tourism Association (Suigo Meguri)

Que tal realizar um passeio em barcos tradicionais japoneses em rios e lagos da província enquanto conhece a natureza e a cidade de Shiga?

Os passeios possuem uma característica própria em cada estação do ano: na primavera os campos ficam floridos com flores de canola, no verão muitas flores e plantas embelezam o local e no outono as diversas cores das folhas (momiji, queda das flores de outono) tornam o local mais colorido.

Os preços são muito acessíveis! O aluguel de um barco para 6 pessoas custa em torno de ¥8,230 ~ ¥11,100 em um passeio de 60 a 120 minutos.  (Para alugar um barco, é necessário realizar reservas)

Aproveite para tirar o estresse com sua família!

Página com informações dos passeios (japonês): Clique aqui

08 – Templo de Ishiyama

Este templo foi construído em cima de um aglomerado de wollastonita, considerados como monumentos naturais do país.

O objeto de veneração do templo é a estátua de Nyoirin Kan’non, um praticante budista de austeridades versado nas práticas de exorcismos e conhecido por sua eficácia em garantir partos seguros, felicidade e fortuna, e casamentos.

O templo é conhecido por ser o lugar onde a romancista Murasaki Shikibu começou a escrever o Genji Monogatari, ou História do Genji (livro adaptado para várias línguas, inclusive o português).

É um dos principais lugares para os amantes da história e literatura japonesa.

Mapa de acesso: clique aqui
Site: clique aqui

07 – Adzuchijo Tenshu (Torre de vigia do Castelo de Adzuchi) – Nobunaga no Yakata

Por mais que as ruínas e o muro de pedra do Castelo de Adzuchi ainda restam na província, o edifício principal é localizado na Mansão de Nobunaga, um pouco afastada do castelo. Este lugar exibe toda a sensibilidade de Nobunaga.

Na realidade, o local possui influência católica devido aos missionários da Igreja Católica que visitaram o Castelo de Aduzchi. Na época, os missionários registraram que o castelo supera as construções europeias.

Uma ótima oportunidade de fazer uma viagem no tempo nos restos do Castelo de Aduzchi, que foi destruído pelo fogo.

Mapa de acesso: clique aqui
Site: clique aqui

06 – Samegaishuku

Este local era a 61ª pousada construída no Nakasendo, um caminho construído na era Edo que conectava Edo com Quioto, em volta do rio Jizo, conhecido por suas águas purificantes.

O local agora é um museu histórico da era Edo e patrimônio cultural registrado pelo país. Um ótimo lugar para conhecer um pouco da era Edo e se purificar no rio Jizo.

Mapa de acesso: clique aqui
Site (japonês): clique aqui

05 – Castelo de Hikone

O Castelo de Hikone, muito conhecido pela mascote “Hiko-nyan”, possui uma das torres de castelo mais bonitos do país e é um dos únicos castelos considerados tesouro nacional.

Quando o Castelo de Hikone estava prestes a ser demolido, o imperador Meiji, após ter terminado uma série de viagens por diversas regiões, ordenou a preservação do castelo. Essa é uma história muito conhecida.

Além disso, os arredores do local são considerados como sítios históricos especiais. Este é um dos tradicionais pontos turísticos de Shiga.

Mapa de acesso: clique aqui
Site (japonês): clique aqui

04 – MIHO MUSEUM

É um museu de artes baseado na imagem da Arcadia. O projeto arquitetônico foi feito por Ieoh Ming Pei, responsável pela construção da pirâmide de vidro do Museu de Artes de Louvre e do museu leste da Galeria Nacional de Washington.

A coleção de arte do museu contém mais de 2000 artes e ofícios de alta qualidade do Egito, Grécia, Roma, Oriente Médio, Gandara, China e até vestígios das civilizações do Japão. Além disso, o local é muito bonito na primavera e no outono!

Mapa de acesso: clique aqui
Site (inglês): clique aqui

03 – Kurokabe Square

O Kurokabe Square é uma região ao longo da rodovia Hokkoku de Edo de ruas de centros comerciais que existiram antigamente. Atualmente, esse ponto turístico reúne ruas antigas e coisas modernas. O local é muito conhecido por seus produtos de vidro, mas também possui muitos artefatos, antiguidades ocidentais, caixas de música, e até restaurantes e cafeterias.

Além disso, um dos atrativos do local é poder realizar uma experiência prática de construção de vidros na oficina de vidro. Este é uma parada obrigatória para quem for visitar Shiga.

Mapa de acesso: clique aqui
Site (japonês): clique aqui

02 – Hieizan Enryakuji

O Hieizan Enryakuji é um templo para orar pela paz e harmonia do mundo. O Hieizan é uma montanha onde é possível observar a cidade de Quioto a oeste e o Biwako a leste, e cercado por uma rica natureza. Devido a isso, foi registrado como Patrimônio Cultural Mundial pela UNESCO em 1994.

O local pode ser acessado por estradas ou teleféricos. Após passar pelo local e deixar uma oração, é recomendável um passeio pelos arredores.

Mapa de acesso: clique aqui
Site (inglês – pdf): clique aqui

01 – Biwako

O maior lago do Japão não poderia ficar fora desta lista. O Biwako é considerado um dos lagos mais antigos do mundo, ficando atrás apenas dos lagos Tanganica (na África) e Baikal (na Rússia). A partir do Biwako, correm o rio de Seta e o Lake Biwa Canal.

O rio Seta (ou Setagawa), que toma os nomes de Uji e Yodo durante seu percurso, deságua na Baía de Osaka, e mais de 14 milhões de pessoas convivem todos os dias com as águas do Biwako.

Se as condições estiverem favoráveis, é possível observar miragens no início de verão e em outono e inverno.

O Biwako certamente é o ponto turístico mais famoso de Shiga, mas a província possui muitos outros além dos apresentados nesta matéria!

Mapa de acesso: clique aqui
Site (inglês): clique aqui

Fonte: Retrip

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

12/Mai Aconteceu Hoje – Principais notícias no Portal Mie!

Publicado em 12 de maio de 2017, em Aconteceu Hoje

Boa noite! Otsukare Sama Desu! Confira os assuntos mais importantes do dia no Portal Mie!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
    Quioto

Cotação (17h-12/mai)   

Publicidade

USDJPY Dólar  113.60 円 – 113.61 円 (-0.60)
EURJPY Euro 123.41 円 – 123.45 円 (-0.91)
BRLJPY Real  36.172 円 – 36.222 円 (-0.069)

[resumo]

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância