Tufão Nº21 está se intensificando e segue em direção ao Japão

O tufão Nº21, Lan, se aproxima do Japão com ventos de até 126Km/h perto de seu centro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O tufão Lan começa a se aproximar da ilha principal do Japão no final de semana (Tenki.jp)

Atualmente, o tufão Nº21, Lan, carrega ventos de 126Km/h perto de seu centro com rajadas de até 180Km/h, enquanto se desloca a uma velocidade de 15Km/h ao longo do Pacífico.

Publicidade

Projeções de modelo por computador mostram que o tufão poderá se transformar em uma tempestade extremamente grande no Pacífico nordeste enquanto se intensifica seguindo em direção ao arquipélago japonês.

O tufão, que atualmente está a 965Km ao leste da Filipinas, pode se intensificar rapidamente para um supertufão e cada vez mais ser uma ameaça para Okinawa.

“Condições favoráveis relativas ao ambiente vão persistir permitindo uma rápida intensificação do tufão Lan,” disse o Centro de Alerta de Tufão (JWTC).

As previsões recentes também mostram que o tufão poderá afetar a ilha principal do Japão de forma significativa.

De acordo com a recente atualização de monitoramento do Centro de Alerta de Tufão, o Lan vai começar a se aproximar da ilha principal do Japão no final de semana como uma tempestade de categoria 2 ou 3.

O Lan não é o primeiro grande tufão que atingiu o Japão nesta temporada. O arquipélago sofreu consequências dos tufões Noru e Talim em agosto e setembro, respectivamente.

Fonte: Express.co, JTWC
Imagem: Tenki.jp

Salvar

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Empresas vão disponibilizar novos tratamentos para ajudar no combate ao vício em cigarro e álcool

Publicado em 20 de outubro de 2017, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Os novos tratamentos que serão disponibilizados no Japão sinalizam uma mudança na abordagem do país em lidar com vícios comuns.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

No Japão, 6 milhões de pessoas tentam parar de fumar todos os anos (imagem ilustrativa)

Novos tratamentos para ajudar a parar de fumar e superar o alcoolismo poderão ser disponibilizados no Japão, sinalizando uma mudança na abordagem do país em lidar com vícios comuns.

Publicidade

Medicamento para tratar o alcoolismo

Até o final do ano, a Otsuka Pharmaceutical espera ganhar aprovação de fabricação de um novo medicamento para tratar o alcoolismo. Se for aprovado pelo Ministério da Saúde, esse seria o primeiro medicamento no Japão designado a reduzir gradualmente o consumo de um paciente ao invés de tentar e fazê-lo parar com o vício. O medicamento poderá ser colocado no mercado em março.

O Nalmefene, como o medicamento é chamado, afeta secreções no cérebro e reduz a vontade de beber. Os medicamentos atualmente no mercado trabalham em um modo mais direto, e às vezes estressante, fazendo com que o paciente sinta náuseas quando consomem álcool.

A Otsuka Pharmaceutical já completou a terceira e última fase de seus experimentos clínicos do medicamento em 660 pacientes no Japão. Antes do experimento, os participantes consumiam três garrafas de 550ml de cerveja ou mais por dia em uma média de 23 vezes por mês. O número caiu para 11 após o período de seis meses de testes.

Um milhão de alcoólatras  no Japão

Há cerca de 1 milhão de alcoólatras no Japão, dos quais menos de 10% recebem algum tipo de tratamento. Somente 30%  dos que recebem tratamento tiveram êxito em superar o vício após um ano.

Se o medicamento for aprovado, até março, a Otsuka Pharmaceutical poderia começar a divulgar o Nalmefene a médicos e psiquiatras que tratam alcoólatras.

Aplicativo para ajudar a parar de fumar

Em uma abordagem totalmente diferente, uma statrup médica com sede em Tóquio iniciou em outubro um experimento clínico de um aplicativo de smartphone desenvolvido para ajudar pessoas a parar de fumar.

A CureApp planeja buscar aprovação em 2019 para o que seria o primeiro serviço do tipo coberto pelo programa de seguro nacional de saúde do país. Em 2014 o ministério da saúde anunciou uma intenção de aprovar aplicativos para tratamento de vícios.

O serviço oferece aconselhamento no suporte aos pacientes em seus esforços para parar de forma independente ao ensiná-los maneiras de reprimir a vontade de fumar com base em abordagens psicológicas usadas em tratamento de hospital, assim como ao enviar mensagens de encorajamento.

A meta é oferecer suporte com o aspecto psicológico do vício. Vários aplicativos similares já estão disponíveis nos Estados Unidos.

No Japão, 6 milhões de pessoas tentam parar de fumar todos os anos

No Japão, cerca de 6 milhões de pessoas tentam parar de fumar todos os anos, 250 mil das quais buscam ajuda médica. Mesmo assim, o índice de êxito fica a menos de 30% após um ano.

Muito superam o vício físico à nicotina, mas o aspecto psicológico exige mais do que pode ser fornecido no tempo limitado gasto se submetendo ao tratamento e muitos falham no final.

O app visa ajudar pacientes a continuarem o processo de forma independente e poderia se um divisor de águas na maneira que eles são tratados.

Enquanto seus métodos podem diferenciar, as duas empresas compartilham uma abordagem comum – mudar o foco de tentar coagir os pacientes dos maus hábitos para aquele de ajudá-los a superar seus problemas por conta própria.

Fonte: Nikkei
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância