Finalmente primeira neve em Quioto e outros locais

Embora tenha sido anunciado que finalmente caíram os primeiros flocos brancos em 3 capitais, historicamente tardias, em Nagoia ainda não.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Fina camada de neve (Pixinio)

Finalmente caíram os primeiros flocos leves e brancos em 3 capitais em 2020, na manhã de sexta-feira (31). 

Publicidade

Em Okayama (província homônima) fazia 56 anos que a primeira neve foi registrada tão tardiamente, em 19 de janeiro de 1964. Foram observados acúmulos de 4 e 3 centímetros nas cidades de Niimi e Maniwa. 

O Observatório de Meteorologia de Quioto (província homônima) também anunciou que a neve de 2020 veio com atraso de 53 dias em relação ao ano anterior e 47 na média.

Igualmente, o de Matsuyama (Ehime), contou que os flocos foram observados com 34 dias de atraso em relação a 2019.

Pontos em laranja indicam onde já nevou e em verde, ainda não (Weather News)

No Twitter algumas pessoas de Hiroshima postaram que viram os primeiros flocos, mas até 13h não há notícia oficial.

Na região Tokai, as 3 capitais – Nagoia, Shizuoka e Gifu – ainda não puderam observar esse fenômeno, bem como em Kyushu. Isso se deve à distribuição da área de baixa pressão, a qual não durava muito tempo.

Finalmente, no último dia do mês de janeiro ela se espalhou pelo arquipélago trazendo de volta temperaturas normais para esta época. Até agora o inverno estava muito aquecido, incomum.

Fontes: Weather News, Tenki e Sanyo News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Enfermeira alemã é acusada de envenenar 5 bebês com morfina

Publicado em 31 de janeiro de 2020, em Notícias do Mundo

A enfermeira está sendo investigada por cinco acusações de tentativa de homicídio e danos corporais graves.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

(Imagem ilustrativa PM)

A polícia alemã e promotores estão interrogando uma enfermeira acusada de envenenar cinco bebês prematuros com morfina em um hospital.

Publicidade

Cinco bebês prematuros no Hospital Universitário de Ulm no sul da Alemanha com 1 dia a 1 mês de vida começaram repentinamente a ter dificuldades para respirar potencialmente fatais na manhã de 20 de dezembro do ano passado, disseram autoridades em uma declaração.

A suspeita estava em serviço no hospital naquela manhã e na última quarta-feira (29) foi levada sob custódia. A enfermeira está sendo investigada por cinco acusações de tentativa de homicídio e danos corporais graves. Todos os bebês sobreviveram e a polícia disse que não estava esperando quaisquer problemas de saúde.

A polícia fez uma busca nos armários de funcionários no hospital e autoridades confirmaram na quinta-feira (30) em uma coletiva de imprensa que encontraram uma seringa contendo leite materno entre os pertences da enfermeira. A polícia e a promotoria pública também confirmaram que testes forenses mostraram que na seringa também havia morfina.

Christof Lehr, chefe da promotoria pública da Ulm, disse na quinta-feira que a enfermeira nega ter dado morfina aos bebês.

“Logo pela manhã em 20 de dezembro de 2019, cinco bebês prematuros em um quarto na Clínica para Pediatria e Medicina Adolescente em Ulm sofreram quase que simultaneamente dificuldades perigosas de respirar, os quais felizmente, graças à intervenção de funcionários do hospital, permaneceram sem consequências de acordo com atuais avaliações médicas”, disseram autoridades investigativas em uma declaração.

Primeiro, autoridades do hospital suspeitaram de uma infecção, mas testes de urina desaprovaram a teoria, enquanto ao mesmo tempo revelaram vestígios de morfina em todos os cinco bebês – embora para dois o medicamento não havia sido prescrito.

A morfina é rotineiramente estocada nos departamentos neonatais para tratar sintomas de abstinência em bebês nascidos de mães que são viciadas.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância