Vias expressas interrompidas por causa da tempestade de neve

Por causa do vento e da neve, trechos das vias expressas em várias províncias estão fechados temporariamente, além de restrições.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa da NHK

De acordo com o JARTIC-Centro de Informações de Tráfego Rodoviário do Japão, vias expressas das regiões de Chugoku, Kyushu e parte de Shikoku estão com restrições ou parcialmente fechadas para tráfego, na manhã (8h) de sexta-feira (8). 

Publicidade

Por causa do vento e neve parte das vias expressas Matsue, Chugoku, Sanyo (Yamaguchi), Higashi Kyushu, Nagasaki, Kyushu, Nishi Kyushu e Oita estão fechadas parcialmente ao tráfego.

Nos trechos trafegáveis há exigência de uso de pneus de neve e restrições de limite de velocidade, em parte delas.

A recomendação é dirigir com atenção sob essas condições climáticas difíceis.

Para verificar as condições das vias expressas do Japão, em tempo real visite https://www.jartic.or.jp/.

Fontes: JARTIC e NHK 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais de 80 mil pessoas perderam emprego no Japão devido à pandemia

Publicado em 8 de janeiro de 2021, em Sociedade

O número pode ser ainda maior, visto que o ministério do trabalho ainda não conseguiu avaliar a situação toda.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Indústria de restaurantes foi uma das mais afetadas com perdas de emprego (banco de imagens)

Mais de 80 mil pessoas foram demitidas ou viram seus contraltos de trabalho encerrados ao invés de renovados no Japão por razões relacionadas à pandemia de Covid-19 desde quando ela começou, disse o Ministério do Trabalho na quinta-feira (7).

Publicidade

A insegurança no trabalho provavelmente vai se espalhar ainda mais, com casos da doença aumentando em todo o país. O governo declarou novo estado de emergência para Tóquio e as províncias vizinhas de Saitama, Chiba e Kanagawa no fim da quinta-feira.

O número de pessoas que foram demitidas ou não tiveram seus contratos renovados chegou a 80.121 na quarta-feira (6), alta de 320 em relação ao dia anterior, disse o ministério.

Desde 25 de dezembro de 2020, a indústria de fabricação havia registrado o maior número de pessoas enfrentando tais circunstâncias, com 16.717, seguidas pela indústria de restaurantes com 11.021 e a varejista com 10.399. Os totais revelados também incluíram aquelas que já encontraram novo emprego.

Dentre as 47 províncias, Tóquio ficou em primeiro com 19.318 pessoas perdendo o emprego, seguida por Osaka com 6.657 e Aichi 4.696.

Acredita-se que o número real de pessoas lidando com perdas de emprego seja ainda maior, visto que o ministério ainda não conseguiu avaliar a situação toda.

Desde fevereiro de 2020, o ministério vem contando o número de tais pessoas afetadas através de departamentos do trabalho e escritórios da Hello Work a nível nacional.

O número excedeu 10 mil em maio, após o governo ter declarado estado de emergência para todo o país em abril, e chegou a 50 mil em agosto.

O ritmo de aumento começou a diminuir em outubro, mas reacelerou no fim do ano com os casos de coronavírus aumentando.

Fonte: Japan Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância