Homem do barco à deriva é resgatado: queria se encontrar com a esposa a 2 mil quilômetros

Queria se encontrar com a esposa amada, porque a pandemia os impede de voltar a viver juntos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Homem encontrado à deriva (Marinha Real da Tailândia via ANN)

De acordo com informações da Marinha Real da Tailândia, um homem que estava em um pequeno barco à deriva foi resgatado a cerca de 100km de distância da costa da ilha de Phuket, um destino turístico no sul da Tailândia.

Publicidade

Segundo a marinha local, o caso ocorreu em 23 deste mês e o homem é um vietnamita, o qual relatou que queria se encontrar com sua esposa na Índia, de quem está forçosamente separado há 2 anos por causa da pandemia do coronavírus.

O vietnamita relatou que a princípio, tentou voar para a Índia via Tailândia, mas não conseguiu o visto de entrada, então usou um barco adquirido em Phuket, vislumbrando chegar a Índia, a cerca de 2 mil quilômetros de distância.

Na sua bagagem foram encontrados macarrão instantâneo e água e, pelos relatos, ficou à deriva por 18 dias desde a partida até o momento em que foi protegido.

Amor verdadeiro

Como não há problema com a saúde do vietnamita, as autoridades da Tailândia relataram que entrarão em contato com a embaixada do Vietnã para decidirem o que fazer com ele.  

A Marinha Real da Tailândia, que protegeu o homem, comentou no Facebook que “não importa quão vasto seja o oceano, isso não impediu seu amor verdadeiro”.

Momento do resgate (Marinha Real da Tailândia via ANN)

Fonte: ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia inicia exercício militar em ilhas disputadas com o Japão

Publicado em 26 de março de 2022, em Sociedade

A Rússia diz que conduziu o primeiro exercício nas ilhas na costa de Hokkaido desde o anúncio que suspenderia negociações territoriais com o Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A ação marca o primeiro exercício na área desde que Moscou anunciou a suspensão de negociações territoriais (NHK)

As forças armadas russas disseram na sexta-feira (25) que iniciaram um exercício militar envolvendo mais de 3 mil soldados em uma cadeia de ilhas incluindo aquelas disputadas com o Japão, divulgou a agência de notícias russa Interfax.

Publicidade

Esse é o primeiro exercício nas ilhas disputadas ao largo da costa de Hokkaido desde o anúncio do Ministério de Relações Exteriores da Rússia no início desta semana que suspenderá negociações territoriais com o Japão.

A Rússia está se retirando das negociações devido às sanções impostas por Tóquio contra Moscou após a invasão da Ucrânia.

Centenas de veículos militares estão participando do exercício sob um cenário de lançar um contra-ataque a forças inimigas tentando aterrissar.

A Rússia é vista construindo suas forças nas ilhas, chamadas de Territórios do Norte pelo Japão e Ilhas Curilas por Moscou. A disputa territorial impediu que os dois países concluíssem um tratado de paz pós-guerra.

O Japão afirma que a União Soviética se apoderou ilegalmente de 4 ilhas – Kunashiri, Etorofu, Shikotan e Habomai – logo após a sua rendição na 2ª Guerra Mundial em agosto de 1945, enquanto Moscou defende que a ação foi legítima.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância