Um dos 4 mísseis lançados pela Coreia do Norte explodiu em Pyongyan e teria matado 2 pessoas

A informação é do país vizinho, de que o míssil explodiu e a capital ficou “sob uma chuva de detritos”.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Último míssil lançado que caiu na ZEE do Japão (ANN)

A propaganda norte-coreana mostrou o líder supremo, Kim Jong-un, de óculos escuros, para assistir ao lançamento em 25 deste mês.

Publicidade

Ao exibir as imagens do último lançamento do míssil balístico intercontinental, do dito Hwasong-17, a impressão é de sucesso absoluto. No entanto, o país vizinho apontou que não se tratava do ICBM monstro, mas sim, do antecessor, um Hwasong-15. 

O líder norte-coreano com o míssil aos fundos, indo para o local do teste (ANN)

No entanto, não contou que desses últimos 4 disparos de teste, um de 16 deste mês, falhou. A imprensa sul-coreana já tinha informado sobre o assunto. Mas, Ha Tae-keung, um dos parlamentares da Coreia do Sul, familiarizado com a situação do país vizinho apontou que foi um desastre.

“O míssil explodiu a vários quilômetros no céu, visível a olho nu, e seus destroços caíram sobre Pyongyang como uma chuva”, explicou.

Além disso, de acordo com alguns relatórios sul-coreanos, os destroços caíram sobre uma instituição de treinamento operacional norte-coreano – Kim Jong Il Political and Military University – e há informações de que duas pessoas morreram.

As autoridades da Coreia do Sul estão fazendo análises para confirmar isso.

Fonte: ANN 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Produção nas fábricas do Japão aumenta pela primeira vez em 3 meses

Publicado em 31 de março de 2022, em Sociedade

O aumento, entretanto, foi menor do que as expectativas de mercado, revelando o impacto persistente de problemas nas redes de fornecimento.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Montagem de carros (ilustrativa/banco de imagens)

Fábricas no Japão registraram seus primeiros aumentos na produção em 3 meses no mês de fevereiro, visto que a superação na demanda global levou a uma recuperação na fabricação de carros, um sinal bem-vindo para políticos que esperam manter a frágil economia do país em um caminho de restabelecimento.

Publicidade

O aumento, entretanto, foi menor do que as expectativas de mercado, revelando o impacto persistente de problemas nas redes de fornecimento e outros riscos, como os custos em alta de matérias-primas.

A produção em fábricas aumentou 0.1% em fevereiro comparando ao mês anterior, mostraram dados oficiais nesta quinta-feira (31), visto que a produção crescente de carros e equipamentos de transporte compensou um declínio na indústria química.

Isso significou que a produção retornou ao crescimento após diminuir 0.8% em janeiro e 1% em dezembro. O aumento foi menor do que um ganho de 0.5% previsto em uma pesquisa de economistas da Reuters.

A perspectiva para a terceira maior economia do mundo foi enfraquecida após preços de energia e commodities terem aumentado na sequência da invasão russa na Ucrânia no mês passado.

Preços para matérias-primas aumentaram, sobrecarregando exportadores com custos mais altos, enquanto interrupções nas redes de fornecimento também foram um problema.

Os planos de produção de companhias japonesas para os meses à frente estão otimistas, disse Tom Learnmouth, economista no Japão na Capital Economics, destacando possíveis riscos seguindo para o próximo trimestre.

Fonte: Japan Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência