Alerta de vigilância à insolação do governo porque a máxima poderá chegar a 40ºC

O governo emitiu alerta de vigilância em 21 províncias porque prevê temperatura igual ou superior a 33 graus Celsius.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Às 7h a temperatura já estava elevada (PM)

Às 5 horas de quarta-feira (29) o Ministério do Meio Ambiente do Japão (ENV) emitiu alerta de vigilância à insolação em 21 províncias.

Publicidade

O índice de prevenção à insolação usado é a WBGT (Wet Bulb Globe Temperature), a qual estima a temperatura, umidade e quantidade de radiação solar. Portanto, quando a temperatura chega a determinados valores é emitido o alerta de vigilância.

  • 31ºC ou mais: calor perigoso
  • 28ºC até 31ºC: cuidado rigoroso
  • 25ºC até 28ºC: cuidado
  • Menos de 25ºC: atenção

As estimativas de quarta-feira indicam que em vários locais os termômetros deverão chegar a mais de 35ºC e até 40ºC, em algumas cidades da região Kanto. Mas também em Toyooka (Hyogo), Matsuyama (Ehime), Nagoia (Aichi), Tajimi (Gifu) e outras.

Portanto, para quem reside nas 21 províncias listadas abaixo deve ficar atento à saúde evitando sair para prática de exercícios sob o sol, tomar água e fazer uso do sal para repor os minerais e procurar ficar em ambiente fresco com ar-condicionado, pois esse alerta é emitido quando se prevê temperatura igual ou superior a 33ºC.

  • Kanto-Koshin: Ibaraki, Tochigi, Gunma, Saitama e Yamanashi
  • Tokai: Aichi e Mie
  • Hokuriku: Ishikawa e Fukui
  • Kinki: Quioto, Shiga e Wakayama
  • Chugoku: Shimane e Tottori
  • Shikoku: Tokushima e Ehime
  • Kyushu: Kagoshima
  • Okinawa

Das 47 províncias 21 estão sob alerta de insolação (ENV)

Fontes: ENV, WeatherNews e AMJ

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Nissan suspende produção na Rússia por 6 meses

Publicado em 29 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

O chefe executivo da Nissan, Makoto Uchida, disse que há pouca perspectiva da situação melhorar.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio da Nissan de serviços e vendas em Moscou (banco de imagens)

A Nissan Motor suspendeu a produção na Rússia para o primeiro semestre do ano de negócios que começou em 1º de abril, visto que há pouca perspectiva da situação melhorar, disse o chefe executivo Makoto Uchida na terça-feira (28).

Publicidade

“Acreditamos que essa situação pode se tornar mais séria e prolongada”, disse um porta-voz citando as palavras de Uchida na reunião geral anual da Nissan, em referência a um conflito em agravamento entre Rússia e Ucrânia.

Trabalhadores foram informados e a montadora continuará a monitorar a situação e minimizar seu impacto, disse Uchida.

A Nissan suspendeu a produção na Rússia em março, assim como exportações para o país, após o Kremlin ter invadido a Ucrânia, aumentando o risco na logística enquanto nações ocidentais impuseram uma série de sanções econômicas.

A Rússia chama suas ações na Ucrânia de “operações especiais”.

A revelação ocorre quando companhias no mundo estão sob pressão para cortar relações de negócios com a Rússia.

Fonte: India Express

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência