Operadora de planta nuclear na Ucrânia alerta sobre possível desastre

O presidente da Energoatom, Petro Kotin, disse aos repórteres em Kiev que a situação na planta nuclear de Zaporizhzhya é perigosa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A planta nuclear ucraniana de Zaporizhzhya está sob ocupação das forças russas (NHK)

A companhia estatal nuclear ucraniana alertou sobre um possível desastre na planta de Zaporizhzhya que está sob ocupação das forças russas. Ela diz que os russos têm explosivos e armas nas premissas da instalação.

Publicidade

O presidente atuante da Energoatom, Petro Kotin, disse aos repórteres em Kiev na terça-feira (31) que a situação na planta nuclear de Zaporizhzhya é perigosa.

Ele disse que a Rússia despachou mais de 500 soldados, assim como tanques e outros veículos militares para a planta, e que eles dispararam contra trabalhadores ucranianos e danificaram a instalação.

Kotin citou que a instalação armazena muitos materiais nucleares e alertou que explosivos russos poderiam ser detonados acidentalmente, levando a um desastre nuclear.

Ele disse que a planta nuclear deveria ser libertada dos ocupantes russos pela segurança da Ucrânia e do mundo.

A Zaphorizhzhya, localizada no sudeste da Ucrânia, é uma das maiores plantas de energia nuclear na Europa. Ela foi tomada pelas forças russas em março.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Morte de um famoso yakuza do grupo Sumiyoshi

Publicado em 1 de junho de 2022, em Sociedade

Foi anunciada a morte de um dos poderosos da organização yakuza, cuja sede fica em Tóquio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Reprodução de um vídeo postado no YouTube

Na terça-feira (31) foi anunciada a morte do yakuza Isao Seki (関 功), 76, e a polícia acredita que não foi envolvido em nenhum incidente mas por alguma doença.

Publicidade

Ele foi o sexto presidente da linhagem Kyowa e também da família Sasakawa. Ele deixou o posto de topo do Sumiyoshi-kai em abril do ano passado, passando a ser representante do grupo. 

O Sumiyoshi-kai está sediado em Minato-ku, Tóquio, e tem poder de atuação em 18 das 47 províncias do Japão, incluindo a região metropolitana e Hokkaido.

No final de 2021, o número de membros é de cerca de 2,5 mil pessoas, portanto, considerado o segundo maior grupo de yakuza, depois do Yamaguchi-gumi, o qual tem cerca de 4 mil integrantes. 

Em junho de 2015, quando era o presidente, Seki foi preso por suspeita de violar a Lei Eleitoral de Cargos Públicos por entreter eleitores com comida e bebida com o objetivo de solicitar votos para candidatos em potencial da província de Chiba, em abril. Depois foi condenado. 

Em setembro de 2020, com a acusação de fraudes específicas de alguns de seus membros, o Tribunal Distrital de Tóquio ordenou o pagamento de compensação financeira de cerca de 170 milhões de ienes pelos danos. 

Assista a um vídeo de pronunciamento do então presidente.

Fontes: Sankei e Asahi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência